terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Sensações...

Texto de
Rosana Nóbrega
(Amillene Castro)

Declarar-se apaixonado...

Texto de
Rosana Nóbrega
(Amillene Castro)



VALORIZE O POETA VIVO !!!!




Canto... grito

Texto de
Rosana Nóbrega
(Amillene Castro)





VALORIZE O POETA VIVO!

Poema de Amar (Revisto)

Amar o gato,
o cachorro,
o papagaio
e a flor.

Amar a pedra da Gávea,
que ouve os pássaros,
as estrelas e o mar.

Amar o amor que se foi
e se perdeu no caminho
da eternedidade.

Coitado. Não se lembrou
dos versos duma canção
e se afogou em lágrimas
na hora do adeus.


Amar substancialmente.
Perdoar o beijo negado,
e o riso contido.

Amar e recordar
um poema esquecido
num caderno rasgado.

Amar toda manhã,
e se entregar a Deus
num abraço de luz.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Mar de Plástico - Eunice Rodrigues de Pontes

Mar de plástico
               Eunice Rodrigues de Pontes
 
Ó mar, tantas vezes plácido,
és agora triste mar de plástico...
Plástico em forma de garrafas, de
sacolas, de tantos outros objetos.
 
Ó mar, quantas toneladas de dejetos
carregas em teu dorso, aí depositados
pelo pobre ser humano, sempre tão 
desumano em sua ímpia natureza.
 
Ó mar, levanta teu dorso, sacoleja 
tuas ondas, esbraveja tua ira e
arremessa toda essa imensa e 
fatal poluição de tuas águas!
 
Ó mar, livra-te deste mal terrível e evita
que tuas criaturas marinhas tenham um
dia uma dolorosa morte, feita da mais
lenta e cruel agonia por pura asfixia.


Eu Sei e Reconheço


Eu reconheço

É difícil Senhor eu reconheço
Passar pelas procelas do destino
Sem forças, combalido em desatino
Ficando a recordar o meu começo

Enquanto se ausenta meu vigor
Enferma meu corpo martirizante
Recorro minha fé bem atuante
De ter minha saúde em meu Senhor!

Laerço
Maceió; 30/ 01/2012



Hoje retornei ao trabalho após férias coletivas e normais. Foi um tempo bom para fazer tantas coisas que desejava e precisava, além de poder estar em casa e curtir meus filhos, pais, meu amado e meu aconchego com mais tranquilidade.
Ao chegar à sala onde trabalho, liguei o computador e deparei-me com a bela figura da poeta amada Yvi Brasil na área de trabalho. Ela estava linda na foto que havia sido tirada na comemoração de 51 anos de casados de meus pais. E a foto estava ali, à minha espera, assim como a mesa, meus objetos de trabalho e tudo o mais. Isto é um motivo de gratidão a Deus, que compartilho com os amados poetas. Em um país onde a insegurança e a instabilidade surpreendem tantos trabalhadores, pais e mães de família, esta rara dádiva tem que ser exaltada.
Além de compartilhar esta maravilha, quero fazer um apelo para que todos lutemos pela reversão da difícil situação em que se encontra nosso país. Nossa arma, além do corpo a corpo, são os textos e poesias que produzimos, e que venham mostrar nossa inconformidade em relação à corrupção, ao descaso das autoridades para com a saúde e educação, ao abuso de poder, à falta de ações sociais condizentes com as necessidades da população. Afinal, somos parte de um país digno de sua grandeza e riquezas naturais.
Então, levantemos nossas vozes em prol da dignidade e credibilidade do poder público e do bem-estar de nosso povo tão sofrido e desacreditado.
Teresa Azevedo

Pra quem é de Campinas e região duas opções bem gostosas

Roda de Choro na Cia Sarau, desta vez a abertura do ano 2012 ! Será no próximo Domingo, dia 05 de Fevereiro, com o grupo Chorando na Sombra e convidados. Será a Roda de Choro de número 43. O "Chorando na Sombra", tocando esta Roda há quase quatro anos e meio já (!), é integrado por: Márcio Modesto - flauta; Lucas Arantes - cavaquinho; Edu Fiorussi - violão de sete cordas; Roberto Amaral - pandeiro. No repertório estão presentes clássicos do choro, além de composições da nova geração de chorões. O seresteiro Roberto Mahn tem incluído no repertório belas canções brasileiras. A Entrada é gratuita, a partir das 18h30 HBV. A Cia Sarau fica na R. José Martins, 1899 - V. Sta. Izabel Barão Geraldo, Campinas. Venha para ouvir boa música com seus amigos e amigas. Abraço, Tucun. 5ª Espetacular no Tonico's Boteco. 5ª FEIRA - 02 FEVEREIRO às 21:00 h. ao som da DUO CLASSIC BAND Venha CURTIR E DANÇAR no melhor estilo dos anos 60'70'80'90 , com grandes sucessos Nacional e Internacional. Você vai OUVIR ...CURTIR E DANÇAR ao SOM dos BEATLES , CREEDENCE , BEE GEES , ROLLING STONES , PINK FLOYD, QUEEN , ROUPA NOVA , LEGIÃO, CAPITAL INICIAL e muito mais..... TONICO'S BOTECO Rua Br. de Jaguara, 1373 - Centro - CAMPINAS SP. Reservas de Mesas (19) 3236.1664 Couvert Artístico R$ 15,00 PROMOÇÃO: Ed Camargo (19) 9773.0253

Atenção Brasília e região

Assessoria de Imprensa Brasília ✆ 29 jan (1 dia atrás) A Cia Teatral Três Amiguinhos convida para as suas oficinas de teatro de 2012! Para crianças de 5 a 14 anos, a Cia Teatral Três Amiguinhos está com vagas abertas para a Oficina de Teatro para crianças em Brasília, com turmas no Cruzeiro e no Jardim Botânico. As aulas são aos sábados e começam no dia 04 de fevereiro. É um curso livre com duração de aproximadamente nove meses, onde se trabalha a cada aula a conscientização corporal , vocal e criativa . Através de exercícios teatrais desenvolve-se o olhar interior, a criança passa a se observar com mais atenção e pode então começar a corrigir vícios de postura , de dicção e emissão vocal utilizando técnicas que são ensinadas durante as aulas Na Oficina de Teatro, as crianças aprendem como interpretar no teatro, como decorar textos, participam de jogos teatrais para desinibição e para aprendem a trabalhar em grupo, ensaiam cenas de teatro,e participam de improvisações. Os alunos da Oficina de Teatro entram no processo de criação de um espetáculo teatral que é apresentado no final do curso em um Teatro ou espaço cultural. Todos os professores são formados em artes cênicas e possuem vasta experiência. SERVIÇO: Oficina de Teatro Início: 11 de fevereiro Horário: 09:00 - 12:00 Locais: Cruzeiro - ARUC (Ae, s/n lt 8 - Cruzeiro Velho) Jardim Botânico - Mercado Cultural Piloto (ao lado do Subway) Informações: 8211-7368

Breves lições de amar

Amar o gato,
o cachorro,
o papagaio
e a flor.

Amar a pedra da Gávea,
que ouve os pássaros,
as estrelas e o mar.

Amar o amor que foi
Solfejar os versos
de uma velha canção
e não chorar
na hora do adeus.


Esquecer o beijo negado
e um poema esquecido
num caderno rasgado.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Flores Vivas


  

Atualmente,
Daqui para a frente,
Ficam proibidos,
Diria mesmo, banidos,
Todos os comportamentos egoístas,
Que, sob nenhum ângulo, sejam altruístas!

Até para salvarmos, a nós mesmos,
Não podemos mais incorrer nos antigos erros,
Onde visávamos apenas, o nosso bem estar,
Dos nossos,
Sempre dos mais próximos,
Sem, com os “outros”, nos importar.

Já sabemos o trágico resultado dessa postura,
Tão afastada dos princípios básicos, da altura...
Precisamos chegar a beira do cataclismo planetário,
Para começarmos a dar o braço a torcer.
Antes que tudo se coloque a perder,
Chegou o momento de mudar de itinerário.
Meia volta, volver,
Antes que termine esse escurecer...
Cento e oitenta graus,
Para avistarmos, novamente, nossos degraus,
O acesso à nossa idealizada estrada,
Que, em hipótese alguma, é tão acidentada.

Muito pelo contrário, é toda ensolarada,
Generosamente, encantada!

...Cheia de flores vivas,
Belas harmonias,
Alegres melodias,
E árvores lindas!









Música Linda
"Candeeiro" 
Celso Fonseca e Ronaldo Bastos
http://www.youtube.com/watch?v=kpd9K-z05pg




Para Narinha,
Que já está chegando!

Proporcione Enlevo!

Presenteie Poesia

"Vida Alta" - Minha primeira obra. Um livro corajoso, profundo, lúdico, sendo leve, alegre... Com alguns puxões de orelha, mas todo ele alto astral, pra cima! Cheio de força, perseverança. Uma aposta no autoconhecimento, como única via para a evolução. 

"Ardentia" - Versos arrebatados! Novo enquadramento para antigos questionamentos. - Uma explosão de determinação, alegria e paixão!

Contato: cbs263000@hotmail.com


sábado, 28 de janeiro de 2012

O Amor



O amor é assim indescritível,
Paradoxal e surpreendente.
Reserva-se direito intangível
De manifestar-se inconsequente.

Transforma coração exigente
Em um dom Quixote irreversível.
O amor é assim indescritível,
Paradoxal e surpreendente.

Forma-se cenário inconfundível:
Ventura e tormento intermitente.
Uma energia ininteligível
Adona-se de ser conivente.
O amor é assim indescritível.

Imagem:Google

Respeite os direitos autorais.

Mardilê Friedrich Fabre

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Sarau do Portal do Poeta Brasileiro no CENAPEC - 04/02/2012

4°Sarau Portal do Poeta Brasileiro na Biblioteca Adir Gigliotti 04/02/2012 – 16h O Portal do Poeta Brasileiro tem o prazer de convidar a todos para seu 4° Sarau na Biblioteca Adir Gigliotti, Rua Mogi das Cruzes, 255 – Campinas/SP. Atrações: 16h - Abertura e apresentação dos trabalhos da artista plástica Geni Fusato. 16h10 - 17h10 - Declamações autorais e de poemas da poeta e escritora homenageada Sarah de Oliveira Passarella. 17h10 - 18h - Apresentação da performance “Onde está o amor” com os atores Cesar Gagi e Elaine Ávila, sob direção de Walter Rhis - Cia Teatral CENARTE, roteiro de Teresa Azevedo. 18h - 18h40 - Palestra-show “Música, alma e cultura brasileira” com M. Santiago. 18h40 -19h - Palavra da Presidente do Portal do Poeta Brasileiro Aline Romariz e encerramento. Coffee break em espaço onde todos os presentes poderão deixar expostos e/ou vender seus trabalhos: livros, fitas, cds, dvds, trabalhos manuais, etc.(este espaço ficará fechado até o final do Sarau, horário em que for servido o coffe break) Contamos com sua presença e participação! A entrada é franca. Teresa Azevedo Membro do Portal do Poeta Brasileiro Responsável pelos Saraus no CENAPEC http://www.poetasbrasileiros.com.br/

Pelas Brechas






Posso parecer louco,
Mas, vejo nitidamente,
Por trás de todo esse caos,
A edificação de um novo cais...
Mais confortável,
Bem mais amigável...
Mais sensato,
Bem mais equilibrado!
Mais justo,
Bem mais puro...
É certo que, aos poucos,
Indubitavelmente,
O dique do bem irá se romper...
Irá fazer esse solo renascer!

Vejo sim, claramente,
Por trás da massificação da violência,
O surgimento, discreto ainda, de uma nova consciência.
Mais lógica,
Bem mais ecológica!
Mais inclusiva,
Bem mais positiva!
Mais tolerante,
Bem mais edificante!
A distorção da ilusão,
Acabará nos conduzindo à redenção,
Pelos abismos provocados,
Através de seus conceitos equivocados.

As brechas,
Estão começando a deixar aparecer as setas!
Distorcemos tanto,
Contorcemo-nos tanto...
Que, estamos nos aproximando da verdade.
Talvez, seja esse mesmo, o plano da eternidade!






Vídeo indicado:
Cinco a Seco e Bruna Caram
"Tatame"
http://www.youtube.com/watch?v=MAxZzNPJd_c



Proporcione Enlevo!

Presenteie Poesia

"Vida Alta" - Entre pelo mar da Bahia ao abrir o livro e vá parar no espaço, tendo a sensação de estar na constelação de Andrômeda!

"Ardentia" - Versos arrebatados! Novo enquadramento para antigos questionamentos. - Uma explosão de determinação, alegria e paixão!

Contato: cbs263000@hotmail.com


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

São Paulo, Parabéns!


Parabéns, São Paulo, pelo seu Aniversário!

Salve São Paulo Gigante, alvissareiro
Erga-se a bandeira do estado acolhedor
De raça, povos, línguas; do mundo inteiro
Estado hospitaleiro, e povo trabalhador!

Meu abraço a você São Paulo, que ecoas
Nesse Brasil afora com industrias em ação
Ó terra da garoa, mui amigo de Alagoas
És rico e poderoso; do Brasil és coração!

De todo o universo, Um grande Estados és,
Terra dos bandeirantes, sempre sois promissor
Mesmo com sofrimentos climáticos em revés
Ao Brasil representas, seus filhos com amor!

Vinte e cinco de Janeiro, sim, aniversariando
Mais tempo de existência, te envio meu abraço
Paulistanos, meu apreço estou vos enviando
São Paulo Parabéns ! um poema a ti faço!!!


Autor: Laerço dos Santos
Maceió, 25/01/2012

vida Saara


desesperado
foi do deserto
pra não morrer
naquele tédio

desencantado
voltou ao deserto
pra que saarasse
                            todo seu tédio

Com o Fantástico







As pessoas acostumaram-se
A esperar o pior,
O menor...
Encostaram-se!
Surpreendem-se quando a vida
Oferece-lhes uma flor!
Rejeitam com pavor,
Mantendo suas grades erguidas.


Uma postura equivocada,
Que precisa ser alterada,
Para conseguirmos alguma tranquilidade,
Diante das surpresas da eternidade!
Necessitamos nos familiarizar com o bom...
Com o seu delicioso som!
Com a sua sedução...
Uma das poucas que não tem contraindicação!


Creio que se fizermos, realmente, a nossa parte,
A existência nos responderá com arte...
Com delicadezas,
Embaladas em gentilezas!
Ainda que não venham, em forma de fadas,
Com certeza, aparecerão vestidas de gala!
Superadas todas as intermináveis,
Por vezes, insuportáveis...
Provas,
É possível identificar os indícios da aurora...
O céu desce...
O dia interior amanhece!


Se nos mantivermos, evolutivamente, ávidos,
Estaremos garantindo nossa conexão com o fantástico!








Música indicada
Gil
"Refazenda"
http://www.youtube.com/watch?v=WrodPlA_Uu4&feature=related


Flores e Homens

Poetas ouvem as estrelas nas manhãs,
onde a chuva acorda os pássaros,
as flores e os homens.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Pintura em Lona e Lata

Pintura em Lona e Lata



Forte e atrevida,
a língua falada nos becos,
lambe a estética das palavras,
escritas nas folhas cobertas
de poeira, cinza e cal.

...

As árvores
permanecem nas mãos
que pintam ladeiras.

...

Formigas levam restos de pele e osso,
crianças passam,
brincam com bolas e bonecas
feitas de massa de pão.

...

Tolas, choram em vão,
quando chove à tarde,
dentro e fora das casas
cobertas de lona e lata."

Natural desejo


Texto de
Rosana Nóbrega
(Amillene Castro)



Além...








Caso não seja possível deparar-se com seu reflexo,
Projete-se!
Amplie-se...
Coloque –se, sob lentes multidimensionais.
Permita-se, aquelas pulsações tropicais!!!
Alimente-se de criatividade.
Não tenha pudores em sonhar...
Vá de encontro à pureza,
Para desfrutar da beleza!


A beleza é a Senhora de Meu Destino.
É por ela, que dobram todos os meus sinos!
Fonte preferencial de minha inspiração...
Encaro-a como a Grande Constatação!
Quando a humanidade perceber
O seu poder...
A ele irá se render
E agradecer!


Entendo que a beleza principia na vontade,
Na disposição,
Na disponibilidade,
Para se deixar envolver
Enternecer
Pelo belo!
Sinto-me confortável, em admiração!
Para mim, a beleza é o elo,
Entre o céu e a terra.


Que o digam, as serras!


Gosto de reconhecer a beleza nos gestos...
Nas intenções,
Nos tetos!
... Nas considerações!
Nas canções,
Na dança das estações!
Nas vibrações
Dos corações!


Na poesia
Dessa “Ardentia”,
Que me quer e me mantém
Arrebatado,
...Além...




Alado!



Para meu amigão
Poeta Porreta
Erasmo Shallkytton



Vídeo indicado:
Áurio Corrá
"Azul"
http://www.youtube.com/watch?v=ojp7Xu6tDUU&NR=1




Proporcione Enlevo!

Presenteie Poesia

"Vida Alta" - Entre pelo mar da Bahia ao abrir o livro e vá parar no espaço, tendo a sensação de estar na constelação de Andrômeda!

"Ardentia" - Versos arrebatados! Novo enquadramento para antigos questionamentos. - Uma explosão de determinação, alegria e paixão!

Contato: cbs263000@hotmail.com


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Adiante






De acordo com a Grande Flauta,
Com suas vibrações claras e altas,
É preciso esquecer os retornos,
Para garantir a autenticidade,
A veracidade
Dos contornos!

Nada volta!
A existência é uma incontida,
Atrevida
Onda que se solta,
No mar da manifestação,
Buscando sua rebentação.

Para frente e adiante!
É o absolutamente relevante.
Acima das tristezas.
Das incertezas,
Das melancolias,
Das festejadas alegrias!

Pelo menos, até que se consiga,
Que a mente consinta,
Em se sutilizar,
Em se enlevar...
É quando se contesta, um pouco, a gravidade,
Através dos poderes da sensibilidade.

O canto antigo,
O sentimento vivido,
Exigem-se transmutados,
Para se verem descansados,
Dentro da memória,
Ocupando seu lugar na história.

Continuar a caminhada
Com a cabeça levantada,
O peito aberto,
Direcionado para o reto
De sua essência,
Valida a pertinência.

Semear momentos alegres,
Seguindo a melodia
Dessa brisa leve,
Musical,
Sensacional,
É a melhor garantia

Para a viabilização da pessoal lenda,
Dentro dessa envolvente senda!







Vídeo antológico
de um dos mais espetaculares shows de nossa música.
O show - "Saudade do Brasil" - 
Elis Regina
"Mundo Novo Vida Nova"
http://www.youtube.com/watch?v=AvNmyWM-Qe4




domingo, 22 de janeiro de 2012

Aconchegante






Nesse momento, no colo aconchegante,
Apaziguante,
Da tranquilidade,
O que mais sinto aflorar em mim é a humildade.


Tenho a impressão, de mais uma vez, 
Ter tocado,
Ter avistado a tez
Do que ainda não está revelado...


Também, me parece, que fui mais fundo,
Ao me vasculhar no mais profundo.
Ao me apagar,
Para me reinventar...


Um tom mais alto,
No, desde sempre, sonhado palco...
Cenário impecável,
Para uma alma impressionável!


As confirmações que tive,
As configurações que obtive...
Senhor! As afirmações!!!
...Douradas constatações!


Todo esse pacote de elementos,
Esse incontestável turbilhão de sentimentos,
Todos positivos,
Voltados para o evolutivo!


Tudo foi traçando,
Delineando
A minha compreensão,
Para a consciente contemplação!


Contemplando, o que me vem,
A sensação que me detém,
É, com toda a sinceridade,
De reverente humildade!



Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=0sa-oiMjo-w&feature=related



Proporcione Enlevo!

Presenteie Poesia

"Vida Alta" - Entre pelo mar da Bahia ao abrir o livro e vá parar no espaço, tendo a sensação de estar na constelação de Andrômeda!

"Ardentia" - Versos arrebatados! Novo enquadramento para antigos questionamentos. - Uma explosão de determinação, alegria e paixão!

Contato: cbs263000@hotmail.com



sábado, 21 de janeiro de 2012

A Uma Amiga



















Saudades de tempos radiantes.
Éramos unidas, confiantes,
amigas inseparáveis
em momentos inolvidáveis.

Destino cruel nos separou,
mas a amizade não matou.
Tomaram caminhos opostos
nossos corações justapostos.

Não tive mais companhia
do teu olhar que me envolvia
nem silêncio de aprovação
nos momentos de danação.

Tramada na teia da vida,
de roldão segui aturdida.
O reencontro aconteceu.
Nossa amizade renasceu.

Não mais os arroubos de outrora
de uma adolescente que chora
por um amor que não existe
ou por sofrimento que insiste.

Tolerantes pelo penar,
continuamos a demonstrar
um carinho enternecedor,
cumplicidade e destemor.


Imagem: Google

Respeite os direitos autorais.

Mardilê Friedrich Fabre

Senryu IV - Hora Mundial

Dia trinta de junho
Um segundo a mais na vida
Planejar é tudo

Wagner Marim - 21/01/2012

Pulsando Forte





Só sei viver, pulsando intensamente...
Entregando-me, integralmente!
Como se tivesse acabado de despertar
De uma longa hibernação,
Em uma espécie de umbral,
Onde, não fui feliz!
Apenas, tive momentos contentes...
Mas, francamente,
Estive sempre por um triz,
Nos braços de uma ingenuidade colossal,
De uma infantil consternação...

Finalmente, aprendi a respirar...

...Com os meus pulmões!
Tomando consciência de meus tendões...
Dos esquetes
Que vieram gravados em meus disquetes...
Descobri que só as minhas “diferenças”,
As particularidades,
É que me garantem alguma sanidade,
A inspiração para me debruçar,
Para enlaçar,
Cada sentença!
Em seu melhor sorriso...

Em seu paraíso!

Tenho nenhum pudor
Em sonhar...
Em projetar
No ar,
Meu desejo de compartilhar,
De oitavar...
De provocar
O voar!
De instigar
O gostar...

...A tudo,
Que incide
E existe,
No mundo!







Música linda
Lenine
"A Gandaia das Ondas" 
http://www.youtube.com/watch?v=cpkrGfDGEVs&feature=g-all-u&context=G25a4aeaFAAAAAAAAMAA


PORTAL DO POETA BRASILEIRO: Janeiro

PORTAL DO POETA BRASILEIRO: Janeiro: Janeiro chove. Quebra galhos, pedra e homens. Janeiro faz lama afoga a tarde e toda a gente à espera do sol. Há promessas de te...

Janeiro

Janeiro
chove
e
pinga.

Quebra
galhos,
pedra
e homens.

Janeiro
faz lama

afoga a tarde
e toda a gente
à espera do sol.

Há promessas
de tempo bom
e boa colheita.

Janeiro passa.

Eu guardo a chuva
em copos de papel.

CRISTO, O CIRURGIÃO PLÁSTICO D ALMA

Aos meus velhos, novos e futuros amigos

Quero ter um milhão de amigos,
com cada um deles poder contar,
a cada um deles poder ajudar,
estar com eles sempre que me chamarem.

Amigos de verdade, para mil e uma utilidades.
Para rirmos, chorarmos, dançarmos, sonharmos,
dividirmos as tristezas e as alegrias...
fazermos do mundo uma corrente de paz e amor.

Apoiarmos uns nas asas dos outros,
para voarmos bem alto, em todas as direções.
E lá de cima, sem medo, junto às estrelas mais lindas,
formarmos um só coração, repleto de luz.

Só assim, o mundo jamais ficará na escuridão.
Pois onde há amizade, há respeito, solidariedade.
Amigos verdadeiros, são difíceis de se encontrar,
mas quando os encontramos, jamais queremos nos afastar.

Mesmo com os ombros pesados, judiados pelo cansaço,
jamais abandonarei um amigo de verdade...
Inda que esteja longe, ele me sentirá por perto.
Para ele, meu coração estará sempre, sempre aberto .

Sandra Lamego

www.sandralamego.com

Eu faço parte dessa história...
Para participar do Portal Do Poeta Brasileiro, envie dois textos , uma mini biografia e uma para foto para o E- Mail contato@poetasbrasileiros.com.br. Obrigada