quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Lua envergonhada


e o sol esperou por todo o dia
melhor dizendo
o sol desperdiçou todo o dia
esperando pela noite chegar
para sentir e ver o que jamais poderia
a beleza da escuridão e o silêncio da noite

por outro lado

emprestou seu brilho
a uma cheia e pálida lua, que alegremente vê
o sol e a luz
o dia e a noite
a luz e a escuridão

mas envergonhada esconde uma de suas faces

aquela assustada
aquela machucada
certamente aquela que realmente precisa da luz


originalmente publicado em : UmDiaEscrevoMais

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Amar de mais

Amar de mais
Ou amor de menos?
Amor nunca é de mais
E amar nunca é de menos
Porque sempre é na medida certa
E fora disso é qualquer outra coisa
Diferente daquela a qual chamam de amor

originalmente publicado em UmDiaEscrevoMais

domingo, 27 de outubro de 2013

Correndo Risco

















Corro o risco
de ser só um cisco
nos olhos letrados.
Corro o risco
por ser arisco,
e arriscar outros lados.
Corro o risco
de ser um petisco
nas bocas dos desalmados...
Corro o risco,
porém arrisco
em apostar
no que acredito,
mesmo as pessoas

me achando “esquisito”.

A.J. Cardiais


imagem: a.j. cardiais

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Rosa está morta

rosas lhe deram um nome
rosas selvagens lhe deram um perfume
e rosas secas lhe deram um amante

algumas rosas enfeitaram
seu suntuoso e furioso cabelo louro
um único espinho machucou seu dedo e coração
e aquela rosa era azul,
da mesma cor dos lindos e perfeitos
olhos azuis que eram dele

e o amor perfeito...
sempre recusou-se a crescer sobre o mesmo solo
onde o roxo e as rosas brancas de mármore
lhe deram o nome de solidão

originalmente publicado em : Rosa está morta(Rose is dead)

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Professor - Profissão em Extinção

imagem: google

M
eu neto, de dez anos, estava dizendo para minha esposa que quando ele fizesse 16 anos, ele queria se casar e ter um filho. Como ele já havia falado isso algumas vezes (quando era bem menor), nós não ficamos espantados. Então minha esposa falou para ele: você quer ficar igual ao seu pai, é? Rapaz, você tem que pensar é em estudar, em se formar, em ser um professor, um... Depois de falar em professor, quando minha esposa ia falar outra profissão, meu neto gritou: Deus me livre de ser professor! Ficar aguentando aqueles pestinhas?  
Vejam bem: uma criança já sabe o que um professor sofre. Será que os adultos, principalmente os governantes, não sabem? A criança só falou no lado “desgastante” da profissão. Ela nem imagina o lado financeiro. Um professor, se quiser ganhar “um pouquinho mais”, tem que trabalhar os três turnos: manhã, tarde e noite. Conheci uma professora que ficava o dia todo no colégio: chegava às 7 horas da manhã e saía às 10 horas da noite, porque não dava tempo de ir em casa e voltar. Então ela levava marmita e etc para ficar “acampada” no colégio.

No meu tempo de menino, ser professor era uma profissão de respeito. As crianças queriam ser professores, a Sociedade respeitava os professores... Tudo isso porque reconheciam o valor da profissão. Reparem bem: os médicos, os cientistas, os advogados, os engenheiros... Todos tiveram que aprender as primeiras, segundas e terceiras letras, através de um professor.  Muitos deles viram políticos. E como políticos deveriam ser os primeiros a se preocuparem com a Educação, com os professores. Será que eles não reconhecem isto? Como dizem que um povo “ignorante” é mais fácil de ser manipulado, talvez seja este o motivo dos políticos não darem prioridade à Educação, pois eles só pensam no Poder e não no povo. Pelo andar da carruagem, se não acontecer um “milagre divino” (já que os evangélicos estão assumindo o Poder), ou se o POVO não acordar à tempo de mudar esta política imunda, o Brasil está fadado a viver na “escuridão”. Sendo assim, o povo será facilmente manipulado e dominado pelos “sábios” dos Poderes políticos e religiosos.