quarta-feira, 5 de agosto de 2015

ABRAÇA ME, MEU PAI! - UMA POESIA DE ALBERTO ARAÚJO.

 
 
(CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO FILME)
 
 

 
 
Ou clicar no link do Canal You Tube do
FOCUS PORTAL CULTURAL
 
 
 

ABRAÇA-ME, MEU PAI!

 

Ó meu PAI! É para ti essa melodia!

Abraça-me, meu PAI!

Abraça-me como somente tu sabes abraçar!

Quero me sentir envolvido em teus braços,

e escutar as batidas do teu coração

cheio de amor e alegria. 

 

Ó meu PAI!

Abraça-me! FORTEMENTE.

Sou teu filho e preciso da tua ternura.

TU és meu HERÓI

Quero ser teu filho presente.

E somente em ti

a serenidade está segura.

 

Abraça-me!

Não me deixes cair. 

PAI! Olho-te com admiração

e gosto de ser teu filho.

Tenho teu sangue

e o teu jeito de andar e rir.

Pai! Perdoa as minhas travessuras,

Em vez de brigas, me sorri...

 

Como gosto de ver  o teu
sorriso 

neste teu rosto que nem sabe ficar sério.

Escuta as minhas palavras

de amizade e amor sincero.

 

Quero ser teu sagrado Querubim

que nasceu dos Céus 

coberto
com as bênçãos de Deus.

Quero abraçar-te com meus braços

assim como tu abraças os meus.

 

Desculpa-me e abraça-me...

Quero olhar para ti,

e sempre encontrar

um rosto complacente,

uma palavra amiga

e um abraço envolvente.

 

Aceita-me como eu sou...

E foi para ti que eu fiz

essa singela canção... 

 

Abraça-me

e me chama de “MEU FILHO”

e deixa-me chamar-te de “MEU PAI”.

Porque, confesso-te e aclamo, TU,

somente TU, és meu Herói

que chamarei para sempre

de meu querido PAPAI.

 

Que Deus te abençoe sempre...

E deixa que eu te ame               

com todo o amor de meu coração.

 

 

By © Alberto Araújo

Niterói - RJ.

Inverno de 2015.

 

Focus Portal Cultural do poeta Alberto Araújo,
homenageia
todos os pais, pelo seu dia 09 de agosto.
















 

Confira minha obra publicada no Clube de Autores em

Confira minha obra publicada no Clube de Autores em

Oh! Senhora a quem me rendo