segunda-feira, 18 de junho de 2018

AS QUALIDADES DE UM HOMEM

Nosso bom Diógenes cansou de procurar um homem honesto,
que preenchesse os requisitos para ser o "Homem Ideal"...
Não encontrou...
Será que não soube procurar, ou não existe mesmo?
Mas... nem em Brasilia?????

AS QUALIDADES DE UM HOMEM
Marcial Salaverry

O homem para ser homem na verdadeira acepção da palavra, deve ter certas qualidades que são indispensáveis para marcar favoravelmente sua passagem pelo mundo.
As qualidades mencionadas não devem ser encaradas como qualidades, mas apenas como inerente às obrigações de pessoas que se disponham a viver em Sociedade, sejam homens ou mulheres, ou qualquer outro dos sexos paralelos.
Acontece que o famoso "culto ao umbigo', faz com que o ser humano deixe de ser humano para se transformar em um ser egoísta, apenas pensando em si próprio, esquecendo-se de que os espaços e os direitos alheios devem ser respeitados, assim como os próprios.  Não podemos querer que o mundo gire em torno de nós. Não podemos querer que o mundo se adapte a nós, pois nós é que devemos nos adaptar a ele.
Tais desejos são quase utópicos, quando na verdade deveria ser a coisa mais fácil e normal encontrar alguém que se encaixe nesse modelo ideal, que é apenas o que poderia e deveria ser modelo padrão, produzido em série. Na realidade, é modelo de exceção...
Diógenes já tentou encontrar, mas não conseguiu... Espera-se que um dia seja encontrado, seja nesta, ou em outra passagem...
Para tanto basta que seja uma criatura capaz de deixar de lado inveja, prepotencia, preconceitos, orgulho, desonestidade, corrupção, negociatas, e comece a entender que a vida fica bem melhor se adotarmos coisas como amizade, humildade, respeito, consideração, bom senso, honestidade, solidariedade, respeito aos direitos alheios, algo mais difícil a cada dia que passa, principalmente nos altos escalões, onde as propinas correm à larga... Convenhamos que realmente é uma busca inútil, principalmente nos tempos atuais, onde prefere-se oPTar pela bandalheira generalizada...

 Pensem nisso, e as eleições estão próximas...

UMA PROPOSTA DE AMOR

UMA PROPOSTA DE AMOR
 Marcial Salaverry

É realmente interessante
uma proposta para  amar o bastante...
O desejo pode ser simplesmente,
querer apenas amor somente...
Algo que é preciso saber doar,
se a proposta resolver aceitar...
Deseja-se um carinho apaixonado,
e que se viva sempre ao lado
totalmente,  sem restrições,
aceitando todas as emoções
que o amor possa proporcionar,
na real maneira de amar...
Deseja-se um amor com liberdade,
e que só se pense na felicidade,
sem pensar com seriedade,
em exigir fidelidade...
Disso o amor não tem necessidade,
basta que seja um amor de qualidade...
Que existam ardentes carícias,
propiciando do amor todas as delícias...
A proposta real enfim,
que seja um amor sem fim...

Marcial Salaverry

MEDITANDO PARA UM LINDO DIA

Por vezes uma meditação se impõe,
para tentar acertar algumas arestas...
Sempre é bom pensar antes de agir...
Ósculos e amplexos,
Marcial

MEDITANDO PARA UM LINDO DIA
Marcial Salaverry

Alguns pensamentos esparsos por vezes podem nos ajudar a chegar a algumas conclusões...

A vida é uma eterna escola...
Devemos ser bons alunos, se a quisermos bem viver...
_______

A luz da Fé, é a luz que ilumina nosso caminho, afastando as trevas da descrença...
_______

Nada nem ninguém é tão importante, que possa parar o tempo...
Portanto... Ninguém é melhor do que ninguém...
Somos todos iguais para o Amigão...
Deveriamos se-lo para os homens tambem...
Mas não é o que acontece...
________

Por vezes vem aquela necessidade de abrir a alma, de soltar o que sentimos...
E faze-lo, poderá nos fazer muito bem...
E sempre é bom pensar antes de faze-lo...
_________
Existem certas decisões que um dia precisamos tomar...
Definir rumos... Pensar... Analisar... Decidir...
E é o que sempre deve ser feito, para evitar certas besteiras que fazemos...
______________

Saiba reconhecer a força de sua alma, e saiba usá-la convenientemente, para deixá-la feliz,
e assim nos ajudando a conseguir a felicidade, permitindo-nos aquela sequencia gostosa de LINDOS DIAS...

Osculos e amplexos,
Marcial

domingo, 17 de junho de 2018

COMO DEVE SER UMA VERDADEIRA MULHER

Temos que aprender a dar o devido valor à MULHER...
Osculos e amplexos,
Marcial
TEXTO PUBLICADO EM 14/11/2004, mas sempre atual...

COMO DEVE SER UMA VERDADEIRA MULHER
Marcial Salaverry

Vamos analisar com isenção de ânimo como deve ser uma mulher.  Como deve ser e agir uma verdadeira mulher.  Analisemo-la à luz das necessidades de um homem que saiba dar o devido  valor a uma mulher.  Sem preconceitos machistas ou feministas, apenas realistas.

Ela deverá ser forte. Poderosa.  Ao mesmo tempo, suave e delicada.  E elas sabem ser. Quando querem.
Comparativamente falando, podemos dizer que ela deverá ter a força e o calor do sol para aquecer o dia do homem, e ao mesmo tempo, deverá ter a suavidade da lua, das estrelas, para iluminar o amor, e permitir o repouso após o embate amoroso.

Deverá ser amena e benfazeja como a brisa que acaricia nosso corpo durante o dia.  Contudo, em certas ocasiões deverá ter a fúria   da tempestade, mostrando toda a força de seu amor, e seu valor, que deverá ser reconhecido por seu companheiro.
Deverá saber se impor com suavidade.  Fazer prevalecer sua vontade, fazendo com o que homem pense que é ele quem comanda.  Essa impressão de domínio masculino é importante para que a mulher prevaleça.  Não deve se apequenar, submeter-se, mas deixar essa impressão.
Embora ele ostente o poder, em seu íntimo sabe a grande companheira que tem.  E saberá escuta-la em seus momentos de duvida, se souber usar o bom senso para saber bem faze-lo.

Deverá ter a doçura de uma fruta madura, sem esquecer que por vezes a fruta pode ter um travo amargo mas devemos saber o momento de aproveitar a doçura, ou de entender os problemas que ela pode estar passando, saber aceitá-los, sabendo entender seu íntimo.
Deverá ser terna e suave como as pétalas das flores, mas sempre lembrando que flores também tem espinhos, e que devem ser tratadas com cuidado e carinho para não ferir as mãos de quem as toca sem a devida atenção.
Deverá ter a alegria encontrada no chilrear das avezinhas quando o dia começa.  Sempre é bom amanhecer com alegria, mas devemos fazer nossa parte, a alegria, a felicidade, exigem reciprocidade.

Podemos compara-las com os riachos que serpenteiam serra abaixo, acariciando as pedras que encontra, mas por vezes as leva de roldão.  Devemos saber receber as carícias, sem enfrenta-las com resistência, pois poderemos ser simplesmente deixados para trás.

Fala-se da fragilidade feminina. Que elas precisam sempre de nosso amparo e proteção. Sempre será uma falsa impressão.  Na realidade, quando parecem estar sendo amparadas, são  elas que nos dão o real apoio, fazendo-nos pensar que somos os mais fortes. Isso na realidade, é o que nos faz ficar fortes.  Não é à toa que existe aquele provérbio "Por trás de todo grande homem, sempre existe uma grande mulher." Permito-me acrescentar, “muito cansada.”

Na verdade, elas tem a coragem das leoas, não esquecendo que são as leoas que enfrentam os maiores perigos, e vão à caça para alimentar os leões. Assim são as mulheres que realmente merecem ser chamadas de mulheres.  Não hesitam em acompanhar e apoiar seus homens na grande aventura da vida.  Não hesitam em abandonar seus lares e famílias para estar ao lado de seus eleitos, quando isso for necessário.
O homem foi educado para desbravar o mundo, e a mulher existe para que isso seja possível.
A história nos apresenta milhares de exemplos de mulheres que foram o sustentáculo de grandes lideres mundiais.  Sem falar que muitas não apareceram, por preferir trabalhar à sombra.  Mas tenham a certeza de que existiram, pois esse apoio sempre será vital para suas realizações, algo que nem sempre é reconhecido...

Em troca dessa força toda, desse apoio todo, de serem nosso real sustentáculo, apenas pedem em troca, amor, carinho, atenção e, principalmente muito respeito.
Respeito pelo que ela faz, respeito pelo que ela vale, respeito pela sua condição de mulher, e principalmente, respeito pelo respeito, amor e carinho que ela nos devota.
Infelizmente muitos não reconhecem esse valor, e apenas vão notar sua falta quando as perderem.

Para as mulheres em geral, e para os homens que lhes sabem dar o devido valor, vai meu abraço especial, e os melhores desejos para UM LINDO DIA.

sábado, 16 de junho de 2018

O QUE CHAMAMOS DE AMOR

O QUE CHAMAMOS DE  AMOR
Marcial Salaverry

Para o amor conhecer,
é preciso algo entender

que coisa interessante que é amar...
Uma coisa que estimula a poetar,
que ensina o que é felicidade,
e também o que é saudade...
Ensina até mesmo o que é amor,
assim como ensina a dor...
Chega e até alegra o coração,
com uma quente emoção...
Mas pode entristece-lo também,
quando nosso amor não vem...
Por vezes, leva-nos ao riso,
e tambem nos leva ao siso...
A grande verdade diz que viver sem amor,
certamente é uma vida sem cor...
Assim sendo, certamente amar é preciso...
Amar é vital se quisermos alegrar a vida...

Marcial Salaverry

AMOR PARA SER AMOR VEM DA ALMA

O amor deve ser sentido com real sentimento, bem dentro
de nossa alma...
Osculos e amplexos,
Marcial

AMOR PARA SER AMOR VEM DA ALMA
Marcial Salaverry

Para entender e poder bem viver o amor, é preciso saber que é um sentimento sui generis, pois é uma eterna doação, e não uma fonte de cobranças, eis que é algo que brota espontaneamente no nosso coração, na nossa alma. Ele não deve ser imposto, como se fosse nossa obrigação amar a alguém.

Assim, o amor é resultado de um amálgama de sentimentos. Nele deve haver amizade, confiança, carinho, dedicação, doação, tudo menos obrigação. Nem sempre amamos a quem devemos amar, mas se esse sentimento surgiu, saibamos administrá-lo. É válido tentar a conquista do ser amado, mas ser amado por ele é outro papo, é algo que depende dos sentimentos que o dominarem.  Pode ou não haver a reciprocidade, ou, em havendo o retorno, pode haver ou não a possibilidade, e esses, são os fatores que devem ser analisados, e a grande verdade é que não se pode obrigar ninguém a amar ninguém.

Conquistar o amor de quem desejamos, ou pelo menos tentar faze-lo, é uma coisa, obrigá-lo a nos amar é outra, e a propósito, li um pensamento de Jonathan Swift, que mostra bem como pode e deve ser o amor:
"Amar é um jeito próprio de sentir...um jeitinho gostoso quando alguém nos ouve com paciência, e faz a gente sentir que não se cansou com a conversa da gente, um jeito feliz que fica dentro da gente... E surge assim, derepente, no silêncio, quando a gente troca confidências com alguém, quando ajuda a quem precisa de nós, quando, mesmo sem palavras, a gente sabe o que a outra pessoa sente, enfim, é um sentimento feliz que fica no coração da gente."(Jonatthan Swift)
Uma definição perfeita: "é um sentimento feliz que fica no coração da gente..." E para que seja feliz tem que ser sentido em liberdade, sem pressões e nem cobranças.
Não podemos exigir que sejamos amados na mesma intensidade de nosso amor.
Aliás, não existe isso de amar muito, ou pouco. Ou se ama, ou não se ama. A intensidade fica por conta de nosso emocional, e vai depender das afinidades, da amizade, da maneira como o amor pode se expressar.

Mostramos nosso amor quando ouvimos e damos atenção que nos dizem, quando procuramos ajudar de alguma maneira, seja com atos ou com palavras, quando nos interessamos por seus problemas, ou mesmo quando sabemos fazer um carinho, um afago, mesmo que à distancia.
O simples fato de se interessar pelos problemas, é uma demonstração inequívoca de amor, de amizade, de carinho.

Assim o amor é mostrado muito mais do que o simples fato de dizer "EU TE AMO" quinhentas vezes por dia, mas dito apenas da boca pra fora, sem um real sentimento de amor, apenas para atender a cobranças de quem nos ama, que somente poderá sentir o amor através dessa declaração, e assim, esquecendo-se de todo o carinho demonstrado de outra maneira.

Temos apenas que aprender a "sentir" o amor que nos é devotado. E saber receber o que nos é doado. Sabendo entender, saberemos corresponder. E cobranças não ajudam em nada, chegando mesmo a ser fator de inibição. É preciso entender que amor é um sentimento que brota espontaneamente.
Palavras de amor devem ser ditas nos momentos certos, quando as sentimos dentro de nós, e estão querendo sair, e não quando nos pedem que as falemos. Assim, deixará de ser natural, para ser algo forçado, podendo mesmo soar falso.
Muitas vezes um simples aperto de mão significa mais do que um apaixonado beijo.
Há que saber entender os sinais do amor, captando o "sentir" de quem desejamos.
E saber esperar pelos momentos em que tudo poderá acontecer.

Claro que é complicado administrar os sentimentos dessa maneira, mas é o caminho mais seguro para se conquistar, e principalmente, para se manter esse amor por muito tempo.  Para amar, temos que sentir e dar liberdade para nosso amor. Se ele permanecer a nosso lado, é porque realmente o deseja, e não porque é "obrigado" a isso. Assim, poderá haver a reciprocidade.
Assim, seremos amados, talvez não da maneira como desejaríamos sê-lo, mas da maneira como nosso amor nos ama. E saber aceitar esse amor é a melhor maneira de mante-lo, e torná-lo duradouro.

E com plena e total certeza, conseguir manter o amor a nosso lado num clima de total e sincera reciprocidade, é o melhor jeito para termos UM LINDO DIA, repetindo-o a cada dia de nossa vida...

sexta-feira, 15 de junho de 2018

É PRECISO ENTENDER UMA SINCERA AMIZADE

Existe uma tênue linha separando amizade de paquera...
E nem sempre é aconselhável transpo-la...
Saber manter uma amizade sempre será uma sábia atitude...
Osculos e amplexos,
Marcial
TEXTO PUBLICADO EM 06/06/2012.

É PRECISO ENTENDER UMA SINCERA AMIZADE
Marcial Salaverry

Embora muitos possam supor que entre pessoas de sexos diferentes não pode haver amizade, vamos entender que isso é um grande engano, pois essa amizade pode perfeitamente existir, e realmente existem grandes e leais amizades entre homens e mulheres, sem que haja desejo sexual de nenhuma parte.  Apenas aquele sólido e gostoso carinho que apenas uma grande amizade propicia, e isso acontece  tanto no virtual, como no real.  Apenas é preciso que se coloque bem as coisas, para evitar confusões.  Há que saber sentir bem até onde chega a amizade, e onde pode começar o amor. O limite entre o carinho e a carícia. Um toque de amizade, é dado com calor.  Um toque de amor provoca arrepios. Um beijo de amizade, é um beijinho, mas um beijo de amor, sempre será aquele beijo de amor, trocado com intensidade e desejo...

Para amizade, conversa-se, para amor, paquera-se, e portanto, é certo que amizade e paquera,  são duas coisas bem diferentes, mas que são muito confundidas, pois muitas vezes simpatizamos com alguém, gostamos de bater um papo amigo com essa pessoa, mas somos mal interpretados, e com consequencias nem sempre agradáveis.

Existem as duas faces da moeda, uma vez que podemos ser mal interpretados como por estar tentando uma paquera, quando na realidade apenas desejamos manter uma amizade sem qualquer outro interesse, além da amizade propriamente dita. E a pessoa se afasta, magoada por termos sido abusivos, na sua opinião, pois o que ela desejava era apenas uma amizade. Também podemos apenas desejar uma reação amigável do outro lado, e somos surpreendidos com uma cantada explícita, que por vezes nos coloca em uma posição desconfortável, e sempre será interessante aclarar bem a situação, pois boas amizades devem ser mantidas, e bom senso e compreensão ajudam essa manutenção.

Esta crônica foi inspirada por um e-mail recebido de uma nova amiga, L’Inconnue, que entre outras coisas me disse o seguinte:
"Ser sincera e verdadeira, é mesmo uma qualidade minha. Acho que a internet faz confusão entre amizade verdadeira (mesmo virtual) e "paquera". Não esqueça, isso de internet ser como digo, quem quiser muda isso. Como eu já mudei muita coisa. Incrível, a gente consegue obter respeito. Mulher é poderosa, sabia? Nós internautas inofensivos e puros nos ofendemos quando pensam que ficamos aqui apenas para trocar infidelidade ou pornografia, palavras e piadas de baixo calão. Moralizar a internet, isso sim. Sabe, a gente na vida, é o meu lema, consegue tudo querendo."
Destaquei este texto, justamente por exprimir a opinião de uma pessoa que já está meio cansada de ser mal interpretada pelos “paqueradores de plantão” que pululam na Internet, podendo incomodar como aconteceu com esta nossa amiga, que já se decepcionou bastante por ser mal entendida em seus desejos de amizade pura e simples.

Perfeitamente compreendido seu ponto de vista, amiga L’Inconnue. Existe realmente muita coisa errada, que precisaria ser moralizada, além dessas paqueras sem nexo. Há que se paquerar, quando existe a concordância tácita de ambas as partes, e nesse caso, a conversa toma outro rumo, saindo fora da simples amizade, para o amor. E, é claro, quando ambos sentem o mesmo desejo, sempre será gostoso manter um romance, ainda que virtual. Caso contrário, será assédio, e não paquera. Não podemos confundir amizade com romance. Mas se for o caso, um romance com amizade é o que pode haver de melhor, desde que com total reciprocidade, com mútua concordancia...

Não apenas nesse sentido precisa haver moralização, pois é preciso que se moralizem os sentimentos, no sentido mais amplo da palavra,  evitando-se certas perseguições e picuinhas com a tentativa de destruir pessoas, sites ou seja lá o que for. O céu nasceu para todos, e a Internet mais ainda.  Vamos respeitar o trabalho alheio, para que o nosso também o seja, e sempre procurando um clima de amizade e respeito. Muita gente já se afastou da In ternet por esse desagradável motivo...

Todos precisamos nos conscientizar de que não há nada melhor do que um trabalho de qualidade para ganhar a confiança e a assiduidade dos usuários.  Não se pode subestimar a inteligência de todos, tentando apenas destruir concorrências, questionando a capacidade de trabalho deste ou daquele.  Há que cada qual fazer sua parte com qualidade e competência, para assim, mercê de sua capacidade, “chamar” os usuários que, sabendo apreciar um trabalho bem feito poderão dar a preferência para quem melhor lhes aprouver. É fundamental provar que podemos apresentar um trabalho de qualidade, sem nos preocupar com o trabalho alheio.  Cada qual que faça sua parte.  O que precisa acontecer, é formar-se um ambiente de respeito, com todos respeitando todos, e sendo por todos respeitados, e isso, tanto no campo pessoal, como no profissional, seguindo o sábio lema de bem viver, que diz que
"O seu espaço termina onde começa o meu, e o meu, onde começa o seu..."
Nessa doce expectativa, começo minha parte, desejando a todos UM LINDO DIA, pleno de sincera amizade, que é o que está fazendo falta no mundo, mas "querendo tudo podemos mudar..."

"Vamos viver com amizade,
para atingir a felicidade,
de que temos necessidade...
Marcial Salaverry"



 

É BOM VIVER COM AMOR

 
É BOM VIVER COM AMOR
Marcial Salaverry
 
Para a vida ter calor,
é bom viver com amor,
melhor do que morrer por um amor...
Na verdsade, a morrer começamos,
quando para a vida entramos...
Se é bom de amor viver,
melhor será com amor reviver...
Principalmente com amor a Deus,
sem esquecer de quem te dá adeus,
seja a quem entra em sua vida,
ou a quem está de partida...
Com amor pela vida,
vivendo-a, enquanto puder ser vivida...
E, principalmente,
é preciso amar-se, simplesmente...
Com amor no coração,
a vida terá mais razão...
Pela vida, pense assim,
e viva a vida com amor enfim,
amando do princípio ao fim...
 

quinta-feira, 14 de junho de 2018

A DOCE CANÇÃO DA VIDA

 

 
 

A DOCE CANÇÃO DA VIDA

Marcial Salaverry
O amanhã está por vir,
esperemo-lo, pois é o nosso porvir...
Temos apenas que desfrutar nosso presente,
que estamos recebendo de presente,com minutos docemente saboreados,
em canticos de suspiros apaixonados...
Uma história para ser revivida,
será aquela que deixará lembranças por toda vida...Desfrutando na vida essa liberdade,
teremos tempo para a felicidade...
Cada obstáculo atravessado,
será algo diferente, sem ser renovado...
Apreciando o sol raiar,
sempre teremos o dia, a vida a recomeçar...Daquilo que para trás ficar,
o melhor será esquecer...
Para que lembrar
algo que te fez sofrer...
 
Marcial Salaverry

 

A VIDA SEMPRE OFERECE LIÇÕES PARA BEM VIVER

Para quem acha complicado apenas viver...
É bom saber que viver bem pode ser mais complicado ainda,
apesar da vida sempre nos oferecer excelentes lições de bem viver...
Osculos e amplexos,
Marcial
A VIDA SEMPRE OFERECE LIÇÕES PARA BEM VIVER
Marcial Salaverry

Para bem aproveitar essas lições, é preciso entender que uma aula de bem viver pode ser aquela que possa nos fazer entender que os relacionamentos humanos podem  ser complicados, enquanto que entre os animais é mais fácil, porque eles sabem como se comunicar. Já conosco a coisa é mais difícil apesar de termos o dom da palavra, pois nem sempre sabemos usar as palavras corretas. E assim, palavras por vezes  mal interpretadas, podem  gerar desentendimentos, da mesma maneira que coisas mal explicadas podem gerar confusão. E um bom entendimento sempre se torna difícil, pelas diferentes maneiras de se interpretar a mesma coisa. O que é uma piada para uns, pode ser interpretado como algo ofensivo por outros, sempre dependendo do estado de espírito de quem ouve.
Existem algumas regras, se é que assim podem ser chamadas, que podem minimizar os problemas, contudo, o difícil é sua observância. E ainda temos que pensar que muitas vezes temos que buscar entendimentos que facilitem nossa luta pela subsistência, sendo justamente quando a coisa pode se complicar. Nunca estamos prontos para ouvir, mas apenas para falar, para expor nosso ponto de vista. Para ouvir, geralmente não temos tempo, esquecendo-nos de que para ser ouvidos, temos que saber falar, e nem sempre isso é possível, porque por vezes nossos interlocutores se julgam donos da verdade, e mal permitem que expliquemos certos fatos. Isso nos aborrece, e acabamos agredindo a quem queremos bem. Então, o que deve haver é um diálogo. Devemos ouvir primeiro, e falar depois. Isso sempre facilitará nossa argumentação.
 
Saber ouvir é muito importante. Para ser compreendido, exponha claramente as suas idéias sem jamais abrir mão daquelas que julga fundamentais apenas para que outros o aceitem, e nem sempre isso é possível, pois muitas vezes nossas idéias não podem ser totalmente aceitas, e devemos saber ouvir o outro lado, e ceder nos pontos que se revelarem conflitantes. Não podemos nos esquecer de que tudo na vida tem dois lados, tem duas maneiras de interpretação, e nem sempre a nossa, só por ser nossa, é a exata. Pode parecer estranho, mas estamos sujeitos a erros de julgamento e de ações, e o fato é que a vida nos ensina que para viver bem, acima de tudo é preciso saber buscar o prazer antes do sucesso, a auto realização antes do dinheiro, fazer bem feito antes de pensar em obter qualquer recompensa.
Tal maneira de pensar, teoricamente está correta, mas existe algo chamado sobrevivência, e muitas vezes temos que pensar nesse outro lado da coisa, e, ao prazer de fazer bem feito, temos que ver a funcionalidade, uma vez que sempre será preciso pensar no retorno que poderemos ter. Salvo se nos estivermos dedicando a algo apenas por diletantismo. Mas sempre é necessário pensar-se igualmente nos benefícios que essa auto realização poderá gerar. Afinal, também temos que satisfazer o cruel vício da alimentação, da sobrevivência...
Nenhum reconhecimento externo vai substituir a alegria de poder ser você mesmo, e sempre devemos ter presente que manter um status, é entender o fato de que "precisamos" comprar coisas que nem sempre queremos, com  dinheiro que não temos, a fim de mostrar para gente de que não gostamos, alguém que não somos. E isso é algo que sempre machuca a personalidade...
Sem dúvida alguma, quando podemos ser e agir exatamente como queremos, como realmente somos,  é algo de muito bom. Procurar aparentar algo que não somos, obviamente é incrivelmente frustrante. Uma das atitudes que mais violenta personalidades é o tal de "manter as aparências". Não fazer determinadas coisas "porque não fica bem",  é o famoso "engolir sapos", porque precisamos ser assim. Não é muito agradável, além de ser incrivelmente indigesto para tentar digerir o batráquio em questão...
Na verdade, nada tem muita graça se não for bom para o corpo, leve para o espírito e também agradável para o coração, pois não nos sentiremos bem fazendo coisas forçadas. Dentro do possível, devemos procurar ser autênticos, desde que nossa autenticidade não seja agressiva.
Da mesma maneira que não gostamos de "engolir sapos", não deveremos querer que outros engulam os nossos. Ponderação e bom senso, sempre devem imperar.
Para conseguir as coisas, devemos ter paciência e determinação, pois nem sempre o êxito virá logo da primeira vez, portanto deveremos persistir, tentando atingir nossos objetivos, e se um caminho se fechou, poderemos tentar abrir outros, o que não se pode é entregar os pontos ante os primeiros obstáculos.
Mas, se percebermos que já se fez tudo o que pôde ou até mesmo um pouco além, há que se mudar de alvo para não se tornar, em vez de um vitorioso, apenas mais um teimoso. Persistir em algo viável é uma coisa. Insistir teimosamente em algo que se revela impraticável, não é sinal de bom senso, mas sim de sua ausência...
Para podermos recomeçar sempre, devemos nos perdoar pelos fracassos e erros que talvez tenhamos cometido, devemos aprender com eles e, a partir deles, programar as próximas ações, entendendo que nem sempre conseguimos tudo em curto prazo. Há que saber esperar a oportunidade. Analisando o que foi feito, deveremos saber ratificar os acertos e retificar os erros, evitando fazer o contrário...

Nem tampouco devemos ficar esperando que os recursos todos nos venham às mãos, deveremos saber procurá-los, temos que ir à luta, se quisermos conseguir algo nesta vida, e para nos mantermos motivados, precisamos sonhar. Com os pés no chão, mas sempre deveremos sonhar um pouco,  procurar objetivos, para poder alcançar metas, e para as conseguirmos realizar, devemos planejar, pensando grande e fazendo pequeno, um pouco a cada dia e todos os dias um pouco, porque são pequenas gotas d'água que fazem todo grande oceano. Essa é o pensamento correto, a passo e passo, devagar e sempre.
De imediato, temos um grande objetivo, que pode perfeitamente ser alcançável, que é ter UM LINDO DIA, e procurar fazer com os dias vindouros sejam iguais...

quarta-feira, 13 de junho de 2018

A DOR DA PARTIDA



A DOR DA PARTIDA
Marcial Salaverry 


Sempre a dor da partida
de alguém que amamos,
deixa marcas perenes,
deixa saudade,
fica o desejo de sentir o toque,
fica-se sentindo seu cheiro,
trazendo para nossos sentidos
a ilusão da presença anelada.
Sente-se o toque da mão,
o cheiro, a presença enfim...
Assim age a saudade,
que não tira a felicidade
daquilo que foi vivido,
do carinho existido...
Conseguimos sentir
a presença ausente,
dando verdade à frase
“juntos ainda que distantes...”


SABENDO VIVER MADURAMENTE


Para viver maduramente, não é preciso estar em idade madura,
é importante ter o espírito maduro, e saber aproveitar a vida...
Ósculos e amplexos,
Marcial

SABENDO VIVER MADURAMENTE
Marcial Salaverry

No entender de muita gente, viver maduramente parece ser apenas coisa de gente madura, ou seja, já de uma certa idade, ou melhor, de uma idade certa.  Na realidade, nosso amadurecimento principia quando nascemos, e só termina quando deixamos o convívio dos amigos...

Podemos começar a ter problemas  quando começamos a nos achar maduros demais, e passamos a pensar que já nada mais temos a fazer neste mundo, e que apenas devemos curtir a velhice. Sem duvida, encarar a coisa sob esse prisma, é péssimo, e já começa a embaralhar as idéias, que podem e  devem estar maduras, mas jamais podres...

As idéias amadureceram mais um pouco, pois li um pensamento que se aplica à perfeição ao tema e que exige uma certa reflexão.  Vejam-na:
"Pense em si mesmo como alguém que tem direito à felicidade".
Não sei quem é o autor, mas gostaria de ter sido eu quem teve essa inspiração, pois era exatamente essa sugestão que pretendia passar para as pessoas que começam a se entregar ao peso dos anos, esquecendo-se de que enquanto estamos vivos, sempre temos algo a fazer na vida, pois ela existe ainda dentro de nós. Sem dúvida,  a pior coisa que pode acontecer a uma pessoa é chegar naquele ponto em que diz nada mais ter a fazer e entrega os pontos.  Pode-se dizer que morreu em vida. E como é ruim quando isso acontece, uma vez que na verdade todos, sem exceção temos algo a fazer por alguém.  Ninguém está completamente inutilizado para a vida.

Precisamos sempre nos lembrar que todos nós temos direito à felicidade.  Mas temos que saber buscá-la, não se pode esperar que ela caia do céu, e assim sendo, é importante que cada qual saiba e procure fazer sua parte.

Realmente, não é fácil saber como buscá-la, como argumentou uma amiga, acrescentando que estava viúva há já alguns anos, e que sentia muito a falta do marido, e não via mais razão de viver. Não posso concordar com essa maneira de pensar, pois se perdemos a parceria, ainda aqui estamos, e temos dever de continuar vivendo, e podendo ter nossa cota de felicidade, e assim sendo, apenas tentei mostrar para ela, que sempre temos razão para viver, pois ainda estamos respirando, estamos nos locomovendo, sempre teremos algo a fazer no mundo, e sugeri  que começasse a viver, pois tinha direito à felicidade. Indiquei-lhe procurar os Centros de Convivência da Terceira Idade, que procurasse grupos de excursão.  Que procurasse, enfim, contato com pessoas vivas. Existe tanta vida espalhada por aí... Basta saber procurar.  Enfim, que ao invés de ficar em casa chorando a perda do companheiro querido, que procurasse sim, manter as recordações de todos os bons momentos vividos juntos, e que fosse tentar viver.

Bem, para encurtar a história, hoje essa pessoa continua só, mas notei uma alegria de viver no brilho de seus olhos.  Tem viajado constantemente.  Nas reuniões do Cecon, conversa com amigas lá conhecidas, faz tricô, está aprendendo pintura em seda. Enfim, está vivendo.  Está feliz. Faz constantes viagens, diverte-se um bocado.  Até dançar já está fazendo... Esqueceu o marido?  Claro que não. Sempre se lembra dos momentos felizes vividos juntos.  Mas são lembranças boas, e não amargas.  Não lamenta mais o fato dele não estar mais aqui, mas sim alegra-se por ter tido sua companhia por tantos anos.  Foram anos de muita felicidade.  Tenho a certeza de que onde está, ele apenas quer que ela seja feliz. Que viva, enfim...

Para pessoas assim, fica a certeza de que muitas vezes, pode até encontrar um outro alguém que esteja igualmente solitário. Claro que não se pode esperar que surja uma grande paixão, um grande amor. Mas que surja alguém com quem possa dividir a solidão. Não é imprescindível, pois é perfeitamente possível administrar-se a solidão.  Basta que se encontre uma ocupação.  Algo com que preencher o tempo ocioso. 

Certamente os fatos nem sempre são os mesmos, o que pode  mudar é o enfoque.  É a maneira de se encarar os fatos, e assim, podemos entender que se a idéia serviu para uma pessoa que estava completamente amargurada, poderá servir para qualquer pessoa.  Basta que consiga acender uma pequena luzinha em sua vida.  Basta que saiba como usar seu direito à felicidade e saiba faze-lo.

E amigos, como é bom sentir-se VIVO, como é bom poder agradecer ao Amigão o fato de sentirmos a alegria de viver.
Para cada problema existe uma solução. Só temos que saber procurar. O importante é nunca entregar os pontos. E o ponto final da vida só surge quando ela efetivamente acaba.  Nunca antes.

Bem crianças, essa é minha maneira de encarar a vida. Vivê-la, enquanto vivo estiver. E para tanto, UM LINDO DIA, é imprescindível. Desejo-o para todos, e que jamais esqueçam de que todos temos direito à FELICIDADE...

terça-feira, 12 de junho de 2018

ENFIM, DIA DOS NAMORADOS

ENFIM, DIA DOS NAMORADOS
Marcial Salaverry

Chegou o Dia dos Namorados,
e dos enamorados...
Para quem estamos a namorar,
queremos presentear,
e o desejo da pessoa amada, adivinhar...
Porém não podemos nos olvidar,
de que não é só o presentear,
há que carinhos ofertar
e muito beijar, a quem vamos namorar...
Mais importante que o presente,
é o amor que realmente se pressente...
Mais que uma obrigação,
o amor deve ser uma devoção...
Uma simples flor
se ofertada com amor,
toca mais o coração da pessoa amada,
deixando-a ainda mais apaixonada,
do que o mais caro presente,
se o amor não está presente...
Uma singela lembrança,
qualquer coração balança...
Um beijo, um lindo poema,
e está resolvido o seu dilema...
Dia dos Namorados, não é um dia comercial,
Dia dos Namorados é um dia muito especial...
Com amor e muito carinho,
para comemorá-lo, é o melhor caminho

Marcial Salaverry

DIA DOS NAMORADOS, UM GOSTOSO CLIMA DE AMOR

Interessante, vem chegando o Dia dos Namorados,
e é  algo que ativa os hormonios,
sentir esse clima de amor no ar...
Respira-se a intensidade do amor no ar...
Por que será?
Osculos e amplexos,
Marcial

DIA DOS NAMORADOS, UM GOSTOSO CLIMA DE AMOR
Marcial Salaverry

Vamos inicialmente tentar explicar o porque desse clima de amor, esse tal de namoro, e porque é tão chameguento o tal do Dia dos Namorados. E, claro, dos "namoridos" também, e até dos "namoramantes"... Começando do início, vemos que após um conhecimento preliminar, é o Namoro o ponto de partida para o amor.
Pelo menos assim era antigamente, tudo começava com o namoro, depois acontecia o noivado e assim chegava-se ao casamento. Tudo regido pelo amor. Nem sempre, pois por vezes a coisa toda era manipulada por acordos. Mas esta é uma outra história, e fica para uma outra vez.
Com o advento da modernidade, hoje em dia começa-se "ficando", mas nem sempre fica bem "ficar", então, ao invés de "ficar", fica-se namorando mesmo. Mas sempre se fica. Ou se "fica".  Fica para os mais jovens explicar como fica tudo isso.
O namoro evoluiu muito com o tempo.  Já houve tempo em que a jovem ficava romanticamente na janela, e era cortejada com doces olhares e  lindas serenatas, ou por infindáveis passeios.  Era interessante que nosso itinerário coincidia sempre com o momento em que ela saia à janela. Não haviam previos acordos. Apenas o chamado do amor.        Sem duvida, uma época essencialmente romântica, e amava-se platonicamente até o casamento. O namoro sempre era vigiado, pois não eram permitidas "certas liberdades" antes de se firmar o compromisso matrimonial, tambem chamado de  casamento.                           
Por vezes eram anos de namoro e noivado até o casamento. A coisa toda era encarada com seriedade. Quando o rapaz conseguia pegar nas mãos da jovem, já era uma glória.
Depois, veio aquele namoro, em que já era permitido mão na mão, sem muitas outras opções para as mãos...  Conseguia-se até roubar um beijinho, o que era uma emoção suprema, trocar um beijinho à socapa. Contudo, se o papai ou a mamãe visse, seria reprimenda na certa. Onde já se viu beijar se ainda nem se conheciam direito (depois de três anos namorando).
Com a evolução rápida do tempo, principalmente no após-guerra, houve uma mudança de costumes, e logo se chegou a um estágio mais avançado.  Já se permitia que o romântico casalzinho saísse sem ter de levar o irmão menor para ir ao cinema. Ou mesmo um passeio diferente. Por exemplo, ao Zoológico. Era uma delicia um passeio ao Zoologico, de mãozinha dada...Que deliciosamente romantico era apreciar o bocejar do hipopotamo, de mãozinha dada...
Ainda não existiam os motéis. Quando muito um drive-in onde alguns amassos podiam ser feitos.
Agora a coisa mudou um tanto. Quando um rapaz e uma moça se conhecem, ao dizer muito prazer, vem a pergunta, no meu ou no seu apartamento?
Contudo, se o modernismo acabou com o romantismo de antigamente, não acabou com o amor, e nem com o namoro, ou com a "ficação". Só que agora ainda existe um tal de namoro virtual,  que dispensa o contato físico para que se ame. Mas é um tipo de namoro. Portanto, o namoro continua existindo. Não se sente a presença física ao lado, mas "sente-se" a presença de quem está ausente. Pergunte a quem tem um amor virtual, e ele te explica. E viva o Dia dos Namorados.
De qualquer maneira, o amor sempre será o principal objetivo de todos, sempre na procura da famosa alma gêmea, ou como se dizia antigamente, a "outra metade da laranja".
Para que o amor seja perfeito, é preciso haver reciprocidade nos sentimentos, será necessário que o mesmo sentimento abra dois corações, permitindo uma interação perfeita entre ambos, consumando o que pode ser chamado de um amor perfeito.
Mas, se o namoro pode abrir a porta para o coração, é preciso que também abra a  porta para o cérebro, pois a razão deverá controlar a paixão, ditando as normas necessárias para que o amor seja duradouro.
Deve-se abrir também a porta para o entendimento, o diálogo, permitindo que haja harmonia nesse amor.
Vamos então namorar, mas com consciência, não apenas seguindo os impulsos do coração, ou do sexo. É preciso controlar, usando bom senso, para que  as coisas se desenvolvam bem, sem  desentendimentos idiotas,  que podem tudo atrapalhar...

Portanto, para que haja um bom desenvolvimento nesse amor, é preciso haver bom entendimento, diálogo, respeito, e assim teremos um relacionamento gostosamente duradouro.
E com essa idéia, vamos sempre ter UM LINDO DIA, namorando no Dia dos Namorados, e amando nos outros 364 dias do ano.

segunda-feira, 11 de junho de 2018

COMO EXPLICAR O AMOR


COMO EXPLICAR O AMOR 
Marcial Salaverry

Como explicar um sentimento
que é quase um lamento...
Apenas tangível
por um coração sensível...
Como explicar sua existência,
se não tem aparência...
Nasce no mais fundo interior,
surge não se sabe como, É O AMOR...
Como dizer o que é, se só existe no sentir,
nunca se sabe quando vai surgir.
Como definir o que é apenas etéreo,
um sentimento cheio de mistério...
Nunca se sabe quando nem a quem se vai amar...
Basta um toque, um beijo, um olhar...
Por vezes apenas algumas palavras sussurradas,
ou mesmo apenas escritas, deixam as estruturas abaladas,
prontas para alegrias ou desditas...
Ama-se estando ao lado, abraçado,
ou mesmo estando distante, afastado.
Ama-se no beijo dado, colado,

ou mesmo no beijo sugerido, enviado...
Felizes estando juntos e também afastados,
Existindo o amor,
sente-se do amado o calor...
Descobri como definir o amor...
O Amor...É o Amor...
Sempre o amor, seja ele como for...

AS TEORIAS SOBRE AMOR E AMIZADE

Qual será o limite entre amor e amizade?
A amizade será realmente importante para o amor?
Osculos e amplexos, 
Marcial

AS TEORIAS SOBRE AMOR E AMIZADE
Marcial Salaverry
                      
A grande verdade que ninguém pode negar, é  o fato de que nossa vida é marcada por acontecimentos e pessoas. Na verdade, penso que todos nós temos um lugar especial em nosso "álbum  de recordações" para alguém que marcou nossa infância, e que por algum motivo especial acabou se transformando  em um de nossos "ídolos". Um desses ídolos de minha infância (que ficou bem longe...) foi alguém pouco conhecido.  Não sei se alguém já ouviu falar em Sir Charles Chaplin. Talvez pelo codinome Carlitos, alguém o conheça. Ainda vão ouvir falar dele, apesar de estar em início de carreira...

Descobri uma citação desse rapaz, muito bonita por sinal, vejam:
"As melhores e as mais lindas coisas do mundo não se podem ver nem tocar, elas devem ser sentidas com o Coração."

De fato, ninguém jamais conseguiu tocar no Amigão, mas sem nenhuma sombra de dúvida, Ele figura entre as melhores amizades que poderemos ter.  Nós vemos e sentimos sua presença em nosso interior, com nosso coração e nossos sentimentos, mas nunca conseguimos, nem conseguiremos tocá-lo com nossas mãos. E em sã consciência, ninguém conseguirá negar sua presença sempre marcante, salvo por uma teimosia muito arraigada. 
Outra coisa, quem pode dizer que já tocou, ou já viu o Amor?  Podemos ver, tocar, sentir, o objeto de nosso amor, mas não o sentimento Amor...  Será que existe?

Senti-lo, vivenciá-lo, é uma coisa,  mas tocá-lo, pegá-lo, é outra muito diferente. Sentimos quando amamos, sentimos quando somos amados, assim como poderemos sentir a conjunção dos dois.  Amar e ser amado,  é o máximo que alguém pode desejar.  Poderemos tocar, sentir, beijar, a pessoa amada.   Mas o Amor só será sentido em nosso coração, em nosso cérebro, em nossa alma, apenas com nossa razão, e jamais com nosso tato, com nossa visão ou audição.

Assim como a Amizade, que é mais etérea ainda que o Amor. É um sentimento tão estranho, que sequer tem explicação, que dizer, então, da possibilidade de toque.

Sentimos Amizade por alguém, muitas vezes ao primeiro sinal de vida. Num simples bater de olhos, seja na pessoa, seja em algo que ela escreve ou faz. É uma Afinidade que surge inexplicavelmente.   Tocar na Amizade?  Como? Podemos quando muito tocar na pessoa amiga, e nem isso é necessário para que uma Amizade surja, cresça, e se desenvolva, eis que muitas vezes nos tornamos grandes amigos de pessoas que sequer conhecemos fisicamente, mas conhecemos suas idéias, sua alma, sendo  esse  o principal conhecimento que precisamos ter.

Nosso garoto Chaplin está coberto de razão, pois as melhores coisas que existem na vida devem ser apenas SENTIDAS com nosso coração, com nossa alma.  E quando surgirem esses sentimentos, ao invés de procurar explicações, devemos vivê-los, senti-los, curti-los até a exaustão, enquanto vivos estivermos. Tocá-los, pegá-los será impossível.  Vivamo-los, pois. Principalmente, saibamos vive-los, com respeito e reciprocidade.

Assim como esses sentimentos são inatingíveis, não devemos sofrer quando a pessoa querida não estiver a nosso lado.  Devemos usar nossa força espiritual para sentir essa presença desejada bem perto.  Pois se o sentimento deve ser apenas vivido, já que tocá-lo é impossível, então poderemos igualmente curtir a presença ausente, como se a nosso lado estivesse... 

Se não podemos ter a pessoa querida ao nosso lado, poderemos sentir a presença espiritual, que também é gratificante. Por vezes, substitui a presença material com vantagens, pois não existem rusgas, que por vezes surgem com a convivência física.

O mesmo se pode falar de muitas coisas gostosas que poderemos ter ou sentir, ou que assim desejamos, tais como  carinho, consideração, lealdade, que são  sentimentos vividos, sentidos, mas que jamais serão tocados, desmentindo as idéias que muitas pessoas tem, de que somente poderemos acreditar naquilo que vemos, tocamos ou cheiramos.

Por ora ficamos assim... Espero que todos tenhamos UM LINDO DIA, sempre sabendo sentir-nos juntos ainda que distantes, em nome da amizade que pode nos unir, se a ela soubermos dar o devido valor...

domingo, 10 de junho de 2018

DE QUALQUER JEITO AMOR É ASSIM

O amor pode ser assim, como assim poderá ser vivido o amor...
Então, vamos assim vive-lo, porque é assim que ele se apresenta,
com fascinação e sinceridade no amor...
Amemos assim, enfim...
com amor de verdade,
do princípio ao fim...


DE QUALQUER JEITO, AMOR É ASSIM
Marcial Salaverry

Não é preciso dizer
que conhece o amor...
Basta bem o amor viver,
sentindo seu calor...
Viver assim, de qualquer jeito,
pois amor é feito de beijos
e quentes desejos...
Assim é mais gostoso,
muito mais prazeiroso..
Amor pede muita paz,
pois só assim é capaz
de para sempre viver,
e jamais fenecer...
Amor é feito de demonstração,
e não apenas de declaração...
De qualquer jeito,
deve ser um amor sem defeito,
vivido com carinho e respeito,
para ser um amor perfeito,
como um buquê de amorperfeito...


Marcial Salaverry