quinta-feira, 22 de agosto de 2019

EXISTEM DIVERSOS CONCEITOS DE BELEZA

EXISTEM DIVERSOS CONCEITOS DE BELEZA
Marcial  Salaverry
Uma pergunta que sempre terá muitas respostas é esta: Exatamente o que será a Beleza?  A dúvida sempre existirá, já que existem muitos Conceitos de Beleza, pois o que alguns julgam ser muito belo, outros não enxergam dessa maneira.
Para muitos, a natureza é bela, para outros, o que expressa a beleza são obras arquitetônicas.  Alguns acham bela a arte de Van Gogh, porém muitos acham que a beleza está nas obras de Picasso.  Música clássica para muitos é a coisa mais linda que existe, outros já apreciam mais um pagode. Há quem aprecie o silêncio, e outros preferem o barulho. Há quem ame poesia, existe quem a abomine.
Como se pode ver, em todos os sentidos, os conceitos são variados, e já se diz que "sobre gosto não há nada escrito...".O que é uma grande verdade.
Nem sobre nomes consagrados existe unanimidade.  Tem gente que não gosta de Charles Chaplin, e tem quem o idolatre.  Pertenço ao segundo grupo, e recebi    de uma amiga uma citação chapliniana que é linda, e que é uma bela definição sobre Beleza:
"A beleza existe em tudo: tanto no bem como no mal. Mas somente os artistas e poetas sabem encontrá-la".
Realmente, segundo os diversos conceitos, existe beleza em tudo. Cada qual a vê de um jeito.  Contudo, os artistas sabem extrair a beleza de tudo que lhes atrai a atenção.
Por exemplo, para qualquer um de nós, uma grande pedra, por mais bonita que nos possa parecer, será sempre... uma pedra grande. Porém, um escultor a verá como um corpo de mulher que será esculpido, por exemplo. O artista já verá naquele bloco de pedra, a obra de arte que de lá sairá.
Um por do sol, as ondas do mar, o verde das matas, para nossos olhos sempre constituirão uma fonte de beleza (embora muitas pessoas não apreciem as coisas da Natureza), mas um pintor saberá eternizar esses momentos numa linda tela, um poeta saberá descreve-los numa folha de papel, ou usando o teclado do computador.
Como disse nosso querido Chaplin, os artistas e poetas sempre saberão encontrar a beleza onde ela estiver.  Até mesmo em uma mesa de botequim.
Vejam por exemplo que lindas telas representam certos momentos terríveis de guerra, como Picasso fez com "Guernica", transformando os horrores da guerra numa obra de arte. Um artista até da guerra consegue extrair beleza.
Quantas telas exibem a morte, e são belas.
Os exemplos são muitos, e bem conhecidos, e deles todos podemos chegar mesmo a essa conclusão, ou seja, que a beleza realmente está dentro de nós.  Somos nós mesmos que temos a capacidade de descobrir onde está a beleza da vida, onde está a beleza do amor, da amizade, da fraternidade, da humanidade enfim.  O belo e o feio não existem. Tudo depende da maneira como vemos o mundo. Existem pessoas que são taxadas de feias e até mesmo discriminadas por seu aspecto exterior, mas que internamente tem grande beleza. É preciso saber ver essa beleza interior.
Se estivermos de mau humor, se nos deixarmos dominar pelo desespero, pela tristeza, nada nos parecerá belo, se, contudo estivermos com o espírito alegre, as coisas se transformam.
Nossos problemas, os dramas de nossa vida, podem ser vistos de uma outra maneira, se não nos deixarmos dominar pelo desespero. Se algo não pode ser evitado, pelo menos poderemos minimizar seus efeitos, procurando aceitar, procurando meditar.  Apesar de tudo de mau que acontece, apesar do mal que existe no mundo, ainda estamos vivos e devemos aproveitar esse benefício.
Sempre haverá algo de belo nos esperando depois da próxima curva do caminho.
Está em nós, portanto descobrir o artista que existe lá dentro, e que poderá transformar o feio em belo...
Existem ocasiões em que se torna muito difícil dar esse enfoque à vida, mas, possivelmente nosso artista interior, com alguma ajuda vinda de algum lugar, possa transformar um momento mau em um momento bom. Transformar o mal em bem...
De um acontecimento que a princípio possa parecer extremamente desagradável e frustrante, poderemos extrair algo de bom, possibilitando uma mudança na vida, mostrando que uma possível tragédia pode ser revertida em algo até muito bom.
Temos é que saber encontrar o belo no feio...  Sir Charles Chaplin rendo-lhe minhas homenagens. Aceite um grande abraço.
Falando-se em beleza, desejo a todos UM LINDO DIA, sabendo desfrutar as belezas da vida, vivendo-as a cada dia de nossa vida...

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

NO AMOR TEM QUE HAVER SINCERIDADE


NO AMOR TEM QUE HAVER SINCERIDADE
Marcial Salaverry
 
Para haver felicidade,
no amor deve haver sinceridade...
Sorrisos sem sorrir,
fazem a alegria fugir...
Promessas não cumpridas,
são verdades mentidas...
Depois que a boca fala,
e sem nada cumprir se cala,
pode falar novamente,
mas deixa entender que mente,
pois serão palavras sem emoção,
que nem sempre vem do coração,
e que apenas palavras serão...
Muitas vezes, até falamos
que muito amamos...
Não queremos apenas mentir,
e falamos o que gostaríamos de sentir,
por vezes causando sofrimento,
maltratando algum sentimento...
Cuidado ao falar de amor,
faça-o com sincero calor...
É preciso haver sinceridade,

para que exista felicidade...

UMA VISÃO DIFERENTE


Para começar este dia de uma maneira diferente,
vamos imaginar como será ver a vida "do outro lado"?
Sem dúvida uma idéia diferente...
Ósculos e amplexos,
Marcial

UMA VISÃO DIFERENTE
Marcial Salaverry

Abílio era uma dessas pessoas extremamente apegadas à vida. Recusava-se a sequer admitir que um dia teria que partir. Não negava a inevitabilidade da coisa, pois não desconhecia que jamais “ficaria para semente”, mas sempre ponderava que esse dia teria que demorar muito, pois ele queria fazer tudo aquilo que imaginava fazer.  E que não era pouco...
Principalmente, dizia que “não queria deixar troco”, ou seja, pretendia retribuir a todos o que lhe fizessem, seja de bom, ou de mau.
Assim ia vivendo.  Como procurava ser coerente com suas idéias, sempre agia com a maior sinceridade possível, seja elogiando, seja criticando a quem quer que fosse.  As poucas vezes em que, por questões, seja hierárquicas, seja de daquilo que se diz “inconveniente”, era obrigado a mascarar suas opiniões, ficava possesso.  Xingava-se intimamente, apenas para “acertar as contas” consigo mesmo.

Contudo, como sói acontecer, ele não foi atendido em seus desejos.
Sofreu um enfarte fulminante, e partiu desta para melhor de uma maneira súbita, sem que sequer tivesse tempo para raciocinar e entender o que lhe estava acontecendo.
Em seu entendimento, estava assistindo à final de campeonato, e seu time marcara o gol da vitória nos últimos segundos de jogo.  A intensa alegria fê-lo sentir aquela dor esquisita no peito, mas da qual se recuperaria em pouco tempo, “como, aliás, aquela vez no ano passado”.
Só que desta vez, não houve a recuperação. Apenas Abílio não estava aceitando aquilo, pois ainda não tivera tempo da fazer tudo aquilo que queria. Faltava-lhe muitas coisas para fazer.
Faltava dizer umas certas verdades a algumas pessoas, que sempre foram extremamente falsas em seu ponto de vista. Faltava dizer mais constantemente seu amor por sua esposa e filhos.  Faltava, principalmente, reconhecer que não era perfeito, e que cometera muitos erros na vida.

Agora, eis Abílio em seu último leito, pronto para a viagem sem volta.  Ei-lo deitado em seu caixão, assistindo àquele infindável desfile de caras compungidas, algumas sinceras, outras nem tanto, e outras que mal conseguiam disfarçar sua satisfação com o ocorrido.
E justamente essas últimas, tiveram o condão de despertar naquele corpo sem vida, a vida em seu espírito rebelde.
A cada “era um bom homem”, ou “será uma perda sentida”, dito de maneira insincera, seu espírito se rebelava, e fazia-se entender, soando como uma voz aos ouvidos daquela pessoa, uma frase habitual, que ele dizia sempre: “Deixa disso, safado, você ta é alegre com isso... nunca foi com a minha cara...” Obviamente o “mentiroso” assustava-se com aquela “voz” que ouvia, e retirava-se contrafeito.
Algo que deixava Abílio satisfeito, sempre foi a sinceridade das pessoas a seu redor. Detestava o ’puxa-saquismo”.  Quando viu seu velho inimigo Antenor se aproximando, preparou-se para mais uma falsa expressão de pesar. No entanto, este disse em alto e bom som, que apesar de achar que o mundo ficaria melhor sem essa figura antipática, sempre apreciara sua maneira franca de se expressar. Nunca gostara dele, mas sentiria sua falta, da mesma maneira que sentimos falta de uma unha encravada... é aquela dor que nos faz sentir vivos.
Incredulamente, Antenor sentiu-se abraçado, e “ouviu” o agradecimento de Abílio, pela sinceridade de suas palavras.
Quando Ernestina, sua esposa chegou-se toda chorosa, ninguém entendeu porque ela começou a sorrir.  Ao olhar para o marido, “sentiu-se” abraçada e beijada com um carinho que sempre desejara, mas nunca tivera, e “ouviu” dele, a mais linda declaração de amor que jamais ouvira na vida.  Sentiu-se feliz como nunca se sentira antes, por ter ainda sentido sua presença dizendo-lhe aquelas lindas palavras de amor que sempre achara que ele queria dizer-lhe, mas não conseguia, por sempre manter aquela aparência de uma sinceridade rude.
Assim Abílio, depois do inesperado de sua partida, conseguiu ter uma visão “do outro lado”, confirmando algumas coisas, e consertando outras.
Mais ainda, quando seu grande amigo Ovídio, que sempre tivera muito amor por Ernestina, sem jamais deixar transparecer em atitudes ou qualquer outra coisa esse sentimento, mas que nunca se casara, aproximou-se para se despedir do amigo, “ouviu” dele um pedido para que tentasse se aproximar da viúva, e a amparasse com seu amor e seu carinho sempre sufocados.
Ovídio, sem saber o que fazer olhou para Ernestina... Ambos olharam para Abílio, e o viram nitidamente dar um sorriso de aprovação...
Mesmo do “outro lado...” Abílio continuou sendo a mesma pessoa coerente que sempre fora...

Sincero, e firme em suas idéias e propósitos, jamais agindo com falsidade, sempre desejando àqueles por quem tinha simpatia que tivessem sempre
UM LINDO DIA, e também para os demais, cada qual dentro de seu merecimento...

terça-feira, 20 de agosto de 2019

RECORDANDO UM TERNO MOMENTO ETERNO

RECORDANDO UM TERNO MOMENTO ETERNO
Marcial Salaverry

Sendo um momento terno,
será um momento eterno...
Se um dia quiseres vive-lo,
e muitas vezes revive-lo,
sempre será um momento inolvidável,
terno e gostoso, momento inesquecível,
fazendo do amor o seu caminho,
pleno de vibrante carinho...
Será unico, de lembrança constante
vivendo um amor emocionante...
Momento igual, não se repetirá,
outro, tão terno e doce não haverá...
Serão outras emoções,
mas sempre trazendo novas sensações,
de muito carinho, de muita doçura,
serão outros momentos, com a mesma loucura,
plenos de amor, carinho, felicidade,
havendo sempre a necessidade
de olvidar amores passados,
que ficaram no coração marcados,
e para semore nos recordará,
que momento igual não se repetirá...
Assim, apenas na felicidade pensar,
vividas emoções recordar,
sem se deixar atormentar
pelo que no passado ficou,
quando muito se amou...
 

Marcial Salaverry

NA VERDADE É CHATO LIDAR COM CHATOS

Durante nossa vida sempre encontraremos alguém disposto a nos chatear...
Consegue ser chato aquele alguém que tem o dom de chatear a todos...
E como existem chatos...
A melhor defesa contra os chatos internetários, é a famosa TECLA DEL...
Osculos e amplexos,
Marcial
NA VERDADE  É CHATO LIDAR COM CHATOS
Marcial Salaverry

É uma verdade indesmentível, aquela que afirma que sempre existe alguém capaz de chatear a outrem, e com toda a certeza é fácil chegar a essa conclusão, pois realmente não há nada que nos incomode mais, do que sermos incomodados por pessoas que apenas desejam incomodar, sem que possam tirar proveito algum disso, alem do prazer de serem incômodas, e vem a pergunta crucial: Por que o fazem? Por que esse estranho prazer em ser incomodativo? Em ser chato? E como é chato lidar com eses tais chatos...
Convenhamos que é difícil de entender o porquê de atitudes semelhantes, mas é algo que ocorre com muita constância, sem que se possa encontrar uma explicação plausível para tais atos.

Ainda mais com os chatos que atualmente se intitulam "operadores de telemarketing", mas que na realidade são os chatos mais chatos que podem existir, capazes de fazer uma ligação nos piores momentos possíveis...

As táticas utilizadas pelos "chatos de plantão", são as mais variadas possíveis. Podem ser telefonemas anônimos, naquele tradicional liga, a pessoa atende, e desliga em seguida sem falar nada. O autor sabe que a pessoa não poderá saber quem está ligando (atualmente fica mais difícil, graças ao BINA...), e restará apenas a satisfação íntima de estar chateando o “oponente”, que atendeu ao telefone.  Podem ser as tão nefastas “cartas anônimas”, que tantos dramas já causaram, pois muita gente acaba acreditando nelas. Quem já não foi vítima de algo semelhante?

Agora, com a evolução da tecnologia e a “descoberta” da Internet, tem alguns chatos que se dedicam a passar e-mails insultando, caluniando, inventando histórias, enfim fazendo tudo que sua imaginação sempre fértil sugere, muitas vezes apenas enviando muitos e-mails, com a única finalidade de procurar irritar alguém, tentando tirar sua tranquilidade, o que podem conseguir no primeiro momento. Depois, a tecla Del resolve lindamente a situação, que sempre será incomoda. Nem sempre desistem e continuam a faze-lo, muitas vezes se dando ao trabalho de criar e-mails fantasmas para tanto, e procurando usar computadores diferentes para não deixar pistas a um possível rastreio. Mais ainda com as nefastas "fakenews", dando péssimo uso às badaladas redes sociais...

E prossegue a pergunta: Por que esse alguém não se dedica a fazer algo mais útil para si mesmo, do que tentar perturbar a paz alheia? Conheço algumas pessoas amigas que vem sendo vítimas de coisas parecidas. De mentes mesquinhas que ao invés de procurar viver em paz, fazendo algo de útil em seu próprio benefício, dedicam-se a incomodar pessoas, pelo simples fato de não gostar delas. Ora, ninguém é obrigado a gostar de todo mundo. E se alguém não aprecia alguém, a atitude mais coerente a tomar, é ignorar esse alguém, e ponto final. De que valerá ficar tentando incomodar e irritar? Apenas poderá provocar um acirramento de ânimos, sem benefício nenhum para nenhuma das partes.

L’Inconnu tem uma citação genial, que se aplica muito bem para o caso...
"Meu espírito agradecerá a paz que eu lhe possa proporcionar, e mais ainda a paz que poderei proporcionar a outrem."
Com certeza, não existe nada melhor do que a paz de espírito. E a melhor maneira de consegui-la, é viver em paz, sem ódios, sem rancores, sem idéias de vingança. Principalmente, sem prejudicar a ninguém.
É muito mais interessante para nossa paz espiritual, espalhar amizades, procurar sempre fazer amigos, ou pelo menos, não fazer inimigos, viver de maneira a que ninguém possa nos desejar algum mal. Pelo menos tentar fazer uma oferta de paz. E não é procurando incomodar e irritar pessoas que vamos conseguir essa tão sonhada paz interior. Nunca se pode esquecer que uma ação violenta sempre poderá acarretar uma reação mais violenta ainda. Mas uma ação pacifica, poderá pelo menos desarmar espíritos. Então, se não desejar mais a amizade de alguém, o melhor caminho será ignorá-lo, e não procurar perseguições ou vinganças.
Vamos tentar seguir esse caminho?
Certamente sua alma agradecerá a paz que lhe for ofertada.

Se não quiser uma amizade, não queira também uma inimizade. Será suficiente ignorar a existência de alguém de quem não desejamos compartilhar nada.

Esperando ser bem compreendido, resta-me desejar a todos, sem exceção, UM LINDO DIA, e se alguém ficar chateado com este texto, basta deletá-lo... 

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

UMA JANELA PARA O MUNDO

Por uma janela aberta, podemos observar o mundo...
Este, ou o outro...
Acontece quando um dos parceiros parte antes...

UMA JANELA PARA O MUNDO
Marcial Salaverry

Uma janela aberta para o mundo,
incitando a um meditar profundo...
Buscando lembranças lá no fundo
do baú das recordações,
reavivando velhas emoções...
Vejo um casal de namorados,
e relembro quando, apaixonados,
caminhávamos, mãos dadas,
vidas amorosamente entrelaçadas...
Vejo crianças brincando...
Gente apressada passando...
E apenas as recordações,
reavivando velhas emoções...
Como é triste esta solidão...
Partistes, matando meu coração...
Os anos no corpo pesando,
apenas permitem-me ficar nesta janela olhando...
E a vida vai passando...
Apenas espero tudo terminar,
para poder novamente te encontrar,
e poder, na eternidade voltar a te amar...
Vejo-te agora...
Venha buscar-me sem demora...

Marcial Salaverry
 

A VIDA NOS ENSINA QUE PESSIMISMO É ATRASO DE VIDA

Deixar-se dominar pelo pessimismo, pela covardia,
fatalmente provocará um atraso de vida...
Essa é uma das grandes verdades que a vida nos ensina,
mostrando que está em nosso animo as condições para melhorá-la...
Osculos e amplexos,
Marcial

A VIDA NOS ENSINA QUE PESSIMISMO É ATRASO DE VIDA
Marcial Salaverry

À medida que vamos vivendo, podemos constatar que existem criaturas que se deixam dominar pelo pessimismo, esquecendo que tal maneira de viver, irá certamente atrasar sua vida, mas também descobrimos que assim como existem os pessimistas, existem pessoas otimistas, que sempre tem algo de positivo para falar, procurando ver o lado bom de tudo, enquanto seu oposto, os pessimistas, sempre acham que nada dará certo, encarando a vida sob um prisma sempre negativo.
Este, certamente é um tema interessante e complexo, pois envolve a personalidade humana.

A esse respeito, li um pensamento muito interessante, de autoria de Albert Flanders. Ei-lo:
"O pessimista vê a dificuldade em cada oportunidade; o otimista, a oportunidade em cada dificuldade."
Realmente, existem pessoas que não tem coragem de tomar certas atitudes, principalmente se isso for  provocar alguma mudança em sua vida.  Vacilam, achando que não vai dar certo, mas na verdade, o que eles tem, é medo de enfrentar a vida. Submetem-se a situações, por vezes vexatórias, por lhes faltar coragem para uma atitude mais radical.
 
Como exemplo muito claro de pessoas assim, podemos  colocar certas mulheres que sofrem maus tratos nas mãos de seus companheiros, sem ter coragem de denunciá-los, sob o famoso argumento: "ruim com ele, pior sem ele". Não posso concordar com isso, pois se é ruim com ele, sempre será melhor sem ele.  Ora, se esse companheiro a agride, a maltrata, como suportar tal situação?  Fica difícil de entender como ainda existem pessoas que pensam assim, e em nome da chamada “preservação do lar”, passam a vida sofrendo.  Não deixa de ser um caso típico de pessimismo, e de um pessimismo masoquista, pois sofrem sem coragem de mudar as coisas, por medo de não conseguir manter-se depois, esquecendo-se de que a vida sempre oferece oportunidades para os que as buscam...

Por outro lado, os otimistas encaram as dificuldades que surgem em seu caminho, como verdadeiros testes para apurar suas qualidades. Não fogem dos problemas, principalmente se estão procurando seus ideais.  São pessoas assim que modificam o mundo.  Toda essa evolução da ciência e da  tecnologia se deve a quem não fugiu dos desafios.

Se surgem oportunidades para mudanças, encaram os desafios e, num caso como o citado acima, são mulheres que vão à luta, denunciam os maus tratos e com a continuidade da situação, preferem a separação do que aguentar situações perigosas.  Mostram coragem e determinação, sem medo de enfrentar a vida, em benefício da própria vida, que certamente será melhor vivida, do que ao lado de quem as maltrata e agride...

Enfim, crianças, não se esqueçam de que é melhor arrepender-se por haver tentado algo, do que arrepender-se por nunca ter tentado.

Se a coisa não deu certo, pelo menos a mudança foi tentada.  Não ficou passivamente esperando a vida passar.
Aceitem um desafio: TENHAM UM LINDO DIA, procurando sempre faze-lo o melhor possível...

domingo, 18 de agosto de 2019

CERTAMENTE PODEMOS RESSUSCITAR O ROMANTISMO

Se é verdade que o Romantismo é realmente um artigo em extinção, 
podemos e devemos fazer algo para evitar que tal aconteça,
e para tanto existem alguns romanticos
que resistem heroicamente à realidade implacável da vida...
Vamos participar desse esforço, porque vale a pena...
Que tal ensaiar respiração boca a boca????
Osculos e amplexos,
Marcial
 
CERTAMENTE PODEMOS RESSUSCITAR O ROMANTISMO
Marcial Salaverry
A realidade da vida nos mostra que o romantismo parece ser mais um desses artigos em extinção, e é preciso fazer algo para dar-lhe uma sobrevida.  É preciso não esquecer de que na teoria, o romantismo é a melhor maneira de se viver um amor, devendo sempre fazer parte da vida de uma parceria, para que sempre o amor seja renovado, seja ressuscitado, se estiver fenecendo... E para ressuscitá-lo, nada melhor do que a respiração "boca a boca", algo que vale a pena ser bem praticado...

Infelizmente nem sempre é o que acontece, pois por incrível que pareça, algo que muitas vezes determina o fim do clima romântico entre um casal, é o casamento, mormente quando o casal se deixa levar pela rotina da vida em comum, quando o que poderia e deveria aumentar o clima romântico entre o casal, acaba sendo o responsável pelo seu desaparecimento.  Pode parecer ilógico, mas é o que muitas vezes ocorre, quando os parceiros não sabem o quanto é bom ser romantico...

Para tentar entender, vamos analisar por partes...

Quando os parceiros se conhecem, existe aquele clima de sedução, quando ambos precisam caprichar na arte da conquista, é quando capricham no visual, e sempre procuram saber do que a parceria gosta, e assim, procuram seduzir-se mutuamente. E haja clima de sedução, sempre cheio de carinhos e atenções, que deveriam prosseguir pela vida afora... Mas...

Quando a conquista está feita, vem um relaxamento natural, e é quando ela acha que já não precisa mais se enfeitar tanto, caprichar no visual, e muitas  vezes esquece até aquele perfume francês que ele tanto gostava de cheirar no cangote.  Por sua vez, ele já acha que não precisa mais levar flores, e nem  aquele presentinho de surpresa, pois agora nada disso é necessário, acreditando que essas pequenas atenções são inúteis, pois  ela já está conquistada, e agora é só o vai da valsa.
Não esquece do chopinho com os amigos, (e que raiva ela tem disso), mas em compensação, ela não esquece o bingo com as amigas, (o que ele detesta), e assim a coisa vai  ficando chata,  pois começam a se ver cada vez menos, e essas “ausências” podem determinar o fim daquela intimidade gostosa que havia no começo.

Mais tarde, então, começam a surgir os filhos, o que pode ser um tremendo contratempo, se não estiverem bem preparados para o evento, pois é quando começam as queixas...  "Não temos tempo nem para aquele sexo tranquilo e descontraído, pois no melhor da festa,  aquela coisinha começa a chorar...".

Ele chega do trabalho, e a encontra toda descabelada,  irritada com os problemas do cotidiano, e ele por sua vez, vem irritado com seu chefe, com problemas de seu serviço, com o trânsito infernal, com as contas a pagar. Quem não sabe quais são os problemas do dia a dia?

Existe clima para romantismo? Pode existir romantismo nessas condições?  Se encararmos friamente a questão, realmente será impossível. Mas é preciso que algo seja feito, pois o amor continua latente, apenas encoberto pelo clima que vai se criando.

Assim, desse caos sempre poderá se criar alguma coisa, que vai exigir certamente um esforço  mútuo.  Ambos deverão se lembrar de como era gostoso e aconchegante antes, e é importante que se recupere, nem que seja parcialmente, esse clima gostoso.

Ela está atarefada e azucrinada, mas, sabendo a que horas o marido vai chegar, sempre poderá dar, quando não, uma ajeitadinha no cabelo, uma maquiagem leve, um sorriso, mesmo que amarelo, procurando enfim, ser um pouco sedutora.  Afinal, o parceiro já foi conquistado,  mas a conquista precisa ser mantida. Principalmente, quando chega em casa, pois qualquer um gosta de encontrar um ambiente melhor do que o do serviço, mais desanuviado,  e não carregado e cheio de reclamações.

Por outro lado, ele deverá deixar na porta (do lado de fora), as preocupações e os problemas que encontrou lá fora, jamais permitindo que tais problemas entrem em casa, procurando não levar para dentro de casa o pacote completo.  Por que não levar um vaso de flores, ou ramo de rosas, como fazia antigamente? Ela passou de namorada para esposa, mas ainda gosta dessas coisinhas, e sente falta. Há que se considerar que SEMPRE ela será a namorada. É importante manter esse clima de namoro, mesmo depois alguns anos de vida em comum.

Claro que essas atenções não devem ser unilaterais. AMBOS devem encarar a coisa dessa maneira. É muito mais difícil e complicada a manutenção da conquista, do que ela propriamente dita.

Quando um dos parceiros notar que o outro está "pisando na bola", ao invés de agredir, dizendo que antes era assim, e agora é assado, deve chamá-lo para uma boa conversa, bem calma e tranquila, sem brigas e nem agressões, apenas expondo como a coisa está, e como gostaria que fosse.

Diálogo, crianças, é a melhor arma para combater o virus da indiferença que infecta grande parte dos casamentos de hoje. E respeito, muito respeito, e deve ser mútuo. Uma doação de sentimentos é o que se impõe fazer, e essa é uma das melhores maneiras de fazer com que um relacionamento seja duradouro, e que os parceiros sejam "Eternos Namorados...”

E é preciso tão pouco, apenas, carinho, atenção, respeito, ROMANTISMO.

Sempre é preciso dizer ao pé do ouvido de seu amor: EU TE AMO, mas dize-lo bem sussurrado, bem gostoso, bem suave, bem sincero.  E sempre, mesmo depois de muitos anos de união, olhar bem nos olhos, e dizer com sinceridade: EU TE AMO HOJE... MAIS DO QUE ONTEM... MENOS DO QUE AMANHÃ...

E sejam felizes, tendo, é claro UM LINDO E ROMANTICO DIA... Garanto que essa receita funciona de verdade...

sábado, 17 de agosto de 2019

VIVER BEM DEPENDE DE NÓS

VIVER BEM DEPENDE DE NÓS
Marcial Salaverry
 
Se quisermos bem viver a vida,
depende de nós te-la bem vivida...
Depende apenas de nós
sabermos desatar certos nós,
que nos prendem a coisas do passado,
algo que apenas  deve ser olvidado...
E, se no passado há penas,
vamos esquece-las apenas...
Se quisermos um melhor porvir
no futuro que está por vir,
devemos aprender a sorrir,
sempre lembrando que
um sorriso franco opera milagres,
despertando sempre carinho,
sendo esse o melhor caminho
para que possamos ter
nosso melhor viver...


Marcial Salaverry

BELEZAS MARANHENSES - SÃO JOSÉ DO RIBAMAR

 


A bucólica São José do Ribamar, é um dos mais lindos recantos de
São Luiz-MA.  Vale a pena conhecer...
Ósculos e amplexos,
Marcial
TEXTO ESCRITO EM 12/05/2005
Como São José do Ribamar estará hoje?
 

BELEZAS MARANHENSES - São José do Ribamar
Marcial Salaverry

Seja história, seja estória, o certo é que São José é o padroeiro do Maranhão, e existem muitos pontos em que lenda e história se confundem, e São José do Ribamar não foge à regra.

Desde como um navegador português nos idos do século 17 foi salvo de um naufrágio por um milagre de São José, e mandou fazer uma imagem com a Sagrada Família, construindo em localidade chamada de Arribamar uma capela para guarda da imagem. Não existem dados concretos sobre quem teria sido esse navegador.

Muitas histórias ou estórias já foram contadas sobre São José. Muitos milagres são-lhe atribuídos, desde curas de doenças incuráveis, até melhoria de vida. Enfim, pode-se dizer que milagres não existem, mas o certo é que muitas curas aconteceram após pedidos a São José, fato testemunhado pelos ex-votos deixados na “Casa dos Milagres”.

O fato é que, para homenageá-lo erigiram uma igreja, com a frente voltada para a praça, oferecendo as boas vindas aos visitantes, e os fundos para o mar, ficando a estátua de São José de costas para o mar. A igreja e a estátua desabaram por três vezes, até que chegaram à conclusão de que São José queria mesmo era ficar olhando para o mar... A igreja então foi reconstruída de frente para o mar, e a estátua olhando para lá, e até hoje a igreja está de pé.

Em homenagem ao santo e à localidade (cujo nome mudou de Arribamar, para Ribamar), muitos maranhenses levam o nome de José, ou de Ribamar, quando não recebem o nome completo, de José de Ribamar, ou somente José Ribamar.

Esta é outra localidade que teve uma mudança gigantesca, pois era uma localidade de acesso dificílimo, com um arremedo de estrada com buracos que mais pareciam crateras, sendo um desafio para os amortecedores chegar até sua praia. Quase nada havia além da Igreja de São José, da praia que desaparecia completamente com a subida da maré, e alguns quiosques onde se podia comer o tradicional peixe pedra, delicioso por sinal.

Hoje, São José do Ribamar é um próspero município, com uma bela estrada totalmente asfaltada e conservada, inúmeros restaurantes, hotéis e pousadas, além de um comércio em franco desenvolvimento. 

A pequena pracinha que havia, foi transformada em uma belíssima praça. Para substituir a antiga estátua da Sagrada Família, que em seu último protesto contra a colocação indesejada, caiu e quebrou, foram erigidas oito estátuas em volta da nova praça, contando toda a saga de São José, desde seu noivado com a Virgem Maria, nascimento de Jesus e sua morte.  Algo que merece ser visitado.

A Igreja de São José, que antes dava as boas vindas para quem entrava na cidade, com os fundos voltados para o mar, agora está de frente para o mar, e nunca mais ruiu. A estátua dos três, foi substituída por uma gigantesca estátua de São José, também voltada para o mar, colocada estrategicamente no alto de um mirante que permite uma visão deslumbrante da Baía de São José...

Os ecologistas poderão dizer que a Natureza foi prejudicada, mas na realidade não foi, pois a praia continua natural e selvagem como sempre foi, com sua maré subindo e descendo os nove metros de praxe, que tanto a cobrem completamente, como deixam uma grande extensão de areia à disposição. E para facilitar a vida dos moradores das incontáveis ilhotas que existem na região, e sempre dependeram dos caprichos do mar para poder usar os barcos na travessia para casa, foi construído um grande quebra mar e um píer que permite o atracamento de barcos a qualquer hora do dia, independendo da situação da maré.

Assim era e assim é São José do Ribamar, e sempre com São José com sua ampla visão do mar, propiciando uma feliz sucessão de LINDOS DIAS a todos aqueles que apreciarem essa beleza...

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

FAÇA DE SEU "HOJE" UM LINDO DIA

Vamos bem viver nosso presente,
que é um presente que  recebemos de
nosso querido Amigão...
Faça de seu "hoje" um LINDO DIA
Osculos e amplexos,
Marcial
 
FAÇA DE SEU "HOJE" UM LINDO DIA
Marcial Salaverry

A grande verdade nos mostra que nosso mui querido Amigão nos oferece de presente nosso presente, e para bem podermos desfrutar o que a vida nos oferece de bom, é importante bem aproveitar esse grande presente que ela nos dá, nosso momento presente, que deverá ser o  melhor de nossa vida até agora. Por melhores momentos que tenhamos vivido no passado, há que se considerar que já passaram, então, deveremos fazer o "hoje" melhor ainda.

Claro que deveremos extrair do passado, tudo que de bom pudermos aproveitar.  Mas, se tivemos maus pedaços, façamos que nosso "hoje" seja melhor, sempre aproveitando algumas lições e esquecendo o que não nos foi bom.

Devemos viver intensamente o “Hoje”. Não apenas no dia de hoje, mas que seja hoje e sempre, e que tenhamos condições de absorver o espírito do que  seja o "hoje", fazendo com que seja  melhor, que seja o dogma de todos nossos dias.

Todos os dias devemos fazer nosso recolhimento espiritual, esquecendo as mágoas, as dores vividas e sofridas no dia anterior, e até mesmo as alegrias vividas, pois o "hoje" de hoje, será diferente do que foi o "hoje" de ontem, e mais ainda do que o será o  "hoje" de amanhã.

Deveremos mentalizar em cada novo dia que nasce, que é preciso ter sempre a disposição do "hoje", que será um dia que deverá ser vivido plenamente, pois é nosso presente, que ganhamos de presente do Amigão, para que seja vivido em sua plenitude, já que vivos estamos, e, mais ainda, que muito nos amamos.

E  se temos a capacidade de nos amar, e de amar a nossos semelhantes, poderemos sempre  espalhar para todos essa nossa capacidade de amar, pois  é um excelente exercício, espalhar amor ou amizade. Muito lucramos com isso, atraindo assim sempre  bons pensamentos.

Olvidemos ressentimentos (para que lembrá-los, se estão ligados ao passado...),  preparando-nos para uma nova e linda jornada. Relembrar mágoas, tristezas, nunca é uma boa maneira de começar, passar ou mesmo terminar um dia, pois pensando cada vez menos nelas, sempre será uma excelente forma de diminuir eventuais dores internas.

Assim,  segundo citação recentemente ouvida, que me foi soprada por meu amigo L’Inconnu,
"Cada dia deve ser vivido intensamente, responsavelmente,  procuremos fazer o bem,  esquecendo quaisquer sentimentos menores."

Assim devemos fazer, vivendo nosso dia, procurando fazê-lo sempre melhor, praticando o bem que estiver a nosso alcance, nunca desejando e nem praticando o mal.  Para que prejudicar outras pessoas? Para que delas falar mal, mesmo que nos tenham magoado ou prejudicado?

O dia "hoje" , sempre deverá ser considerado como o melhor de nossos dias, sempre sendo renovado e melhorado a cada "hoje" que tivermos.

Para que curtir mágoas ou dores? Vamos procurar transformá-las em lembranças amenas, ou mesmo em alegrias, para que  nosso "hoje",  seja sempre melhor do que o "hoje" anterior.
Apesar de talvez não ser muito fácil assim agir,  nestes dias em que vivemos, vamos ao menos tentar pensar positivamente, esquecendo idéias negativistas.

E é com essa idéia na cuca, que quero desejar que nossos "hoje" sejam sempre UM LINDO DIA, e que cada "hoje" que vivermos, seja melhor do que o "hoje" passado...

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

ACIMA E ALÉM DE TUDO

ACIMA E ALÉM DE TUDO
Marcial Salaverry
 
Acima e além de tudo,
além dos mares,
do limite dos olhares,
além do céu, das estrelas,
além de tudo no mundo,
está a força da Fé e do amor,
tão profundo, tão forte,
que vai mesmo além da morte...
Vai além dos limites da imaginação,
com a força que temos no coração...
Um amor que aos limites supera,
vai além do que se espera...
Certamente essa Fé, esse amor,
vem sempre forte, pleno de calor...
Além de tudo que se pode viver,
além mesmo de tudo que se pode ver,
está o amor sentido por nossa alma,
está esse amor que nossa alma acalma...

O amor que com Fé a Ele dedicamos...

APENAS UMA QUESTÃO DE LÓGICA

Tudo na vida é uma questão de lógica...
Bem, quase tudo...
Mas nem sempre a seguimos...
Osculos e amplexos,
Marcial
 

APENAS UMA QUESTÃO DE LÓGICA
Marcial Salaverry

Nem sempre podemos afirmar estar dentro do que pode ser a lógica da vida, mas é possível observar que atualmente muita gente demonstra ter mais carinho por certos objetos, como automóvel, moto, televisão, computador, do que pelas pessoas que vivem ao seu redor e assim, ao invés de levar o carro a um lava-rápido, ficam horas fazendo a “limpeza semanal” no filhinho querido, sacrificando horas de lazer e de convívio familiar.

A propósito, meu amigo L’Inconnu passou-me por e-mail uma mensagem muito interessante a esse respeito
"Se Deus criou as pessoas para serem amadas e as coisas para serem usadas, por que será que se amam as coisas, e usam-se as pessoas?"
Com certeza, embora possa doer a alguns, não deixa de ser uma grande verdade, pois os objetos, sejam eles inanimados, animados (aqueles que se movimentam, como carros, iates, etc...), ou animadores (aqueles que mexem com nosso ânimo, como TV, computador, etc..), não deixam de ser objetos, e não tem sentimentos, pouco ligando se os utilizamos ou não, se os deixamos de lado para um passeio ou um papinho, ou mesmo se os deixamos cair no chão e quebrar.

Contudo, as pessoas que nos cercam, tem sentimentos, tem sede de carinho, de atenção, e logicamente não ficam muito satisfeitas ao se sentirem trocadas por um objeto, ou como passam a chamar “Essa Coisa”, e assim, para bem conviver, devemos sempre saber dividir nosso tempo.  Nunca poderemos esquecer o convívio familiar, com os amigos, um gostoso passeio, uma viagem, trocando esses momentos de lazer pelo culto ao “objeto amado”.

Sempre devemos considerar que as pessoas que vivem ao nosso redor, forçosamente sentirão um eventual desprezo, muito mais do que o carro poderá sentir falta de uma lavagem caprichada. Não ficará traumatizado, quando muito ficará sujo, mas um LavaRápido soluciona melhor o problema do que sacrificar algumas horas de convívio familiar, pelo prazer de vê-lo brilhando.
Os objetos que usamos, assim devem ser encarados, simplesmente como de uso. Utilizamo-nos deles, mas não poderemos nos escravizar a eles. Por mais amados que sejam, não tem sentimentos, e nossos sentimentos não serão retribuidos, enquanto que as pessoas certamente saberão retribuir  o que receberem, embora nem sempre o façam, mas são coisas da vida...

Se alguém mudar de casa, depois de nela viver por mais de 20 anos, a casa não se sentirá abandonada. Mas pessoas que vivem ao nosso redor, fatalmente irão sentir um eventual abandono, ou descaso, se forem relegadas a um plano secundário.
Alguém poderá argumentar que um carro, uma casa, ou um  computador não são infiéis, nem cometem injustiças contra nós. Mas, há que se considerar que costumam dar muita dor de cabeça, necessitando de “consultas médicas”, como podem ser consideradas as consultas a técnicos, mecânicos e empreiteiros, e que, se bem analisadas, podem ser consideradas como “traições” a nossa conta bancária.

Antes do advento da televisão e do computador, as famílias costumavam se reunir para agradáveis conversas, trocava-se idéias, discutia-se problemas. Mas, atualmente, pais e filhos pouco se falam, cada qual em seu quarto, cuidando de seu objeto de estimação. E muitos problemas acontecem por causa disso. Não é preciso falar disso, pois todos conhecemos essa situação, e já vimos esse filme diversas vezes.

Diálogo crianças. Isso é muito importante. É preciso lembrar que as pessoas existem, e continuam vivendo a nosso redor. Um gesto de carinho, um bom dia, um simples “oi amigo” que seja, nada nos custa, e as pessoas agradecerão e até poderão retribuir. Ou não, mas pelo menos fizemos nossa parte, certamente pessoas merecem mais atenção do que máquinas...

Assim, para todas as pessoas amigas ou não que estiverem lendo, desejo um lindo dia, e peço que façam o mesmo para as pessoas a seu redor.  Façamos nossa parte, e assim, todos certamente, teremos UM LINDO DIA, que com luz, paz, amizade e amor, poderá sempre ser repetido, trocando-se o smartphone por um bate papo ao vivo...

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

PARA TER UM BOM DIA

Com amor e paz no coração, é fácil
ter um lindo dia...

PARA TER UM BOM DIA
Marcial Salaverry

Bem criança querida...
Para se ter um bom dia na vida,
é preciso tão pouco...
Bastaria que, neste mundo louco,
cada qual fizesse sua parte,
e sem qualquer aparte,
para que se pudesse viver em paz...
Mas nem todo mundo é capaz
de assim proceder...
O que mais querem saber,
é como poderão alguém prejudicar...
E se tiverem alguém para invejar,
que tormento fica sua vida...
Basta saber espalhar amizade,
para encontrar a felicidade...
Vamos começar uma corrente de otimismo,
para tirar o amor do ostracismo...
Pegue minha mão,
ponha sobre seu coração,
e vamos sair por aí,
tentando convencer essa turminha
que só gosta de uma briguinha,
que paz e amor
dão à vida mais calor
do que briga e discussão...

APESAR DE PROBLEMAS AINDA TEMOS O DOM DA VIDA

Estamos lendo, falando, escrevendo, olhando as belezas da Natureza...
Quer dizer que estamos vivos...
E que grande prazer é o fato de estarmos, e conseguirmos nos sentir vivos...
E podermos agradecer ao Amigão por nos ter dado O DOM DA VIDA...
Osculos e amplexos,
Marcial

APESAR DE PROBLEMAS AINDA TEMOS O DOM DA VIDA
Marcial Salaverry

Algo de que jamais devemos esquecer, e que sempre agradeço ao Amigão é o fato de  ter-me dado o dom da vida, sempre lembrando de que para melhor sentirmos prazer em estar vivos, é o fato incontestável de que a vida sempre é bela. O problema, às vezes, é saber aproveitar e desfrutar essas belezas todas. é saber curtir o sol ao nascer e ao se por, a lua, as estrelas, a chuva, a flora e a fauna. Enfim, tudo aquilo que representa a Natureza em seu esplendor.
Partindo do princípio que o simples fato de estarmos vivos já deve ser saudado com alegria, já estamos encontrando uma das muitas belezas que a vida nos oferece. Claro, que se não estivermos vivos, nada poderemos saudar, pois apenas deixaremos saudade...
Existem muitas criaturas que vivem se queixando da vida. Nada para elas está bom. Se tem um emprego, reclamam que é muito trabalho. Se não tem, reclamam porque não tem trabalho. A mínima contrariedade é recebida com revolta e reclamações. E se algo acontece de bom, dizem que poderia ser melhor. Essas pessoas dificilmente conseguem ser felizes. Reclamam tanto, que não tem tempo para sentir a felicidade, para sentir as coisas boas da vida.
Apesar das crises financeiras, apesar das rebeliões em presídios, apesar das ações terroristas, apesar da ameaça de guerra pelo mundo todo, (temos opções de guerra para escolher...), apesar de gripes suinas ou bovinas, e resfriados, apesar do mosquito da dengue, apesar dos fumantes, apesar de certo tipo de "manifestantes", a vida é bela. Para comprovar que isso é verdade, saibam observar um nascer ou um por do sol, a beleza das ondas quebrando na praia, o rumorejar de um regato, uma bela cachoeira despencando, ou então o canto dos passarinhos, a beleza de uma flor, a beleza da chuva caindo. Tudo depende de nossa disposição de espírito, para bem desfrutar essas obras de arte da Natureza, produtos do nosso Grande Criador.
Também existem outras maravilhas que não são da Natureza, tais como as obras de arte, as poesias, os contos, que nos são proporcionadas por artistas de alma sensível que procuram embelezar nossa vida com seu imenso talento.
Nunca podemos nos esquecer de que devemos mesmo agradecer quando tivermos que enfrentar problemas, quando tivermos que superar dificuldades. Na realidade temos que encarar a adversidade como um teste para provar nossa capacidade de superação. Tudo pode ser visto por um lado positivo. Depende de nós, da maneira como encararmos a vida, de mostrarmos que somos capazes de superar problemas que são apenas "coisas da vida"...
Problemas existem e sempre existirão, e deles não devemos fugir. Temos, sim, que saber enfrentá-los. Exemplificando, temos o que ocorre quando surge uma montanha no traçado de uma estrada. Poderemos, ou desistir pura e simplesmente de nosso objetivo, ou enfrentar o problema, e cavar um túnel pela montanha, ou então contornar a montanha, se verificarmos que ela é realmente intransponível. Mas de alguma maneira o problema deverá ser solucionado, não poderá ficar pendente.
Essa terceira atitude reflete nossa ponderação pois, ao encontrarmos em nossa vida obstáculos que nos pareçam intransponíveis, e se não quisermos perder todo o esforço que nos levou até aquele ponto, temos que estudar uma maneira de vencer o problema. É aí que mostramos nossa real capacidade de vida. Ao conseguirmos improvisar uma saída, provamos a nós mesmos do que somos capazes, usando a criatividade de nossa criativa idade...
Enquanto isso, aproveitemos para curtir tudo o que de bom a vida nos oferece e que, convenhamos, não é pouco, até mesmo para paladares mais exigentes...
Que tal sentar em um banco de jardim e curtir um lindo por do sol? Que tal num dia de chuva, colocar um CD de música suave e curtir uma tarde preguiçosa? Que tal ter um emprego, e poder trabalhar para ter do que descansar depois? Que tal curtir gostosos momentos de amor naquela companhia favorita? Que tal acertar na Megasena? Que tal ver o seu time campeão? Que tal curtir uma boa leitura, de nosso autor favorito? Que tal começar o dia com um belo passeio na praia, e um gostoso mergulho no mar? Ou um prosaico passeio de mãos dadas com seu amor pelo jardim mais proximo? E se os joelhos reclamarem, sentar em um banco para namorar um pouco?
Então crianças, é difícil viver a vida? É só saber aproveitar aquilo que está a nosso alcance. Ter objetivos e lutar por eles. O mais importante contudo, é o perfeito conhecimento de nossas possibilidades e saber até onde poderemos chegar. Lutar por objetivos inalcançáveis é muito problemático. Procurem não fazer da vida um tormento, para evitar o incomodo stress, e curtam, principalmente a Natureza, que é o melhor calmante que existe...

Finalizando, com muita preguiça, desejo a todos UM LINDO DIA, que poderá ser repetido sempre que soubermos aproveitar o fato de termos O DOM DA VIDA...

terça-feira, 13 de agosto de 2019

COMO PODE SER VIVIDO O SENTIMENTO ENTRE ALMAS

Quando as almas se amam, nem sempre
os corpos se exigem, num sentimento de virtual realidade...
Amor, amizade, amorzade...
Osculos e amplexos,
Marcial

COMO PODE SER VIVIDO O SENTIMENTO ENTRE ALMAS
Marcial Salaverry

Com certeza é dificil entender ou aceitar que pode haver um entendimento entre almas, com algo que pode levar ao amor, que será etéricamente vivido.
Certamente nem todos acreditam que podem existir almas que se amem, que dirá de um encontro entre elas, sem que os corpos se vejam, se toquem.
Mas esse amor etéreo, claro que pode existir, desde que se saiba vive-lo, e certamente para que isso aconteça, é preciso saber usar muito bem a força do pensamento e da imaginação, e saber viver o sentimento surgido...

Falando do amor entre almas, não estou falando de fantasmas que eventualmente tenham um relacionamento, digamos fantasmagórico, mas sim de pessoas que se amam mesmo sem se verem.  Pessoas vivas portanto, cujas almas já se conhecem e se reencontram. Almas que se conheceram em outras passagens.  Pode até inexistir um conhecimento físico, mas as almas se amam.  Este tipo de amor etéreo, sempre aconteceu.

Antigamente, eram cartas de amor, romances, poemas, que despertavam castas paixões à distancia.
Depois a coisa evoluiu para o telefone, e assim, quantos romances de amor começaram apenas com o ouvir da voz de alguém.
Não se sabia porque, mas aquela voz mexia com o interior, despertando sensações estranhas.
Como com os amores surgidos por cartas, ou por poemas jogados pela janela, também os romances telefônicos nem sempre tinham seguimento após o conhecimento físico, que muitas vezes era frustrante.  Não havia muito tempo para que as almas se conhecessem, porque geralmente eram romances a curta distancia, o que possibilitava um conhecimento físico rápido, e então, após algumas conversas, marcava-se um encontro, e assim sendo, não havia muito entendimento "anímico". Quem pode dizer que nunca viveu algo "tipo assim..."
Era a voz, aquele timbre especial e depois o encontro que nem sempre dava o retorno ideal.  As almas buscavam-se mas não se encontravam. Por vezes esse encontro bem tramado poderia marcar um amor completo e total.  As almas apressaram o conhecimento, e depois "se apresentaram".
Contudo, eis que surge a Internet, possibilitando um contato imediato e "quase" barato a longa distancia.  E essa distancia que existe, é que possibilita um conhecimento mais profundo entre as almas, já que o conhecimento físico é bem mais complicado. Por vezes exige grandes viagens, que nem sempre são possiveis, por fatores vários.
Existe a facilidade de fotos e webcam, mas isso se por um lado possibilita que os parceiros conheçam mais ou menos o aspecto físico, não existe o contato, que poderá determinar se as almas acertaram a escolha.
E esse amor entre as almas, geralmente acontece sem que possamos prevê-lo. Não o estamos procurando, e sequer "pedindo" algum encontro, e acaba acontecendo quando menos esperamos.  Começamos, por vezes acidentalmente uma troca de emails, e terminamos por descobrir afinidades inesperadas.

Para que esse sentimento entre almas frutifique, é preciso que exista uma doação de sentimentos, que haja sinceridade nas conversas, que as almas se abram e se exponham. Que se conheçam realmente, enfim, não importando a distancia entre os corpos, se houver esse entendimento anímico, que pode ser considerado algo como um resgate entre ambos.  Um resgate de suas almas. Um resgate de um sentimento não vivido em sua plenitude em outras vidas. Por vezes, não deve haver o encontro físico, que poderia por fim ao sentimento surgido entre as almas.  Por vezes, contudo, encontra-se a autentica "alma gêmea", que poderá compartilhar o futuro, em total plenitude.
Quando surge esse amor, o desejo, o sexo, podem ser relegados a plano secundário, pois o que conta, é a afinidade surgida entre ambas as almas, é o simples sentir da presença do ser amado dentro do coração, algo chamado AMIZADE que pode solidificar esse entendimento anímico...

Essas almas acabam "precisando" uma da outra, se interdependem para serem felizes.  E esse amor com amizade quando surge assim, forte, intenso, nem o tempo consegue apagar, e muito menos a distancia.  Afinal, é um sentimento que vem de longe, e que não foi vivido em plenitude quando poderia ter sido, mas as almas souberam se encontrar para completar esse relacionamento, essa vida.

E vivendo esse amor, ou um amor "de fato", sempre fica mais fácil ter UM LINDO DIA, e sempre lembrando que a amizade que pode surgir, é a mais bela forma de amor que existe...

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

PARA O SER PAI SER PAI

Para SER PAI, de verdade, como manda o figurino, não basta apenas
o fato de ser pai, mas tem que SER PAI de fato, sabendo preparar
para o mundo e para a vida aquela criatura a quem deu vida e colocou no mundo...
Osculos e amplexos parabenizatorios a todos aqueles que sabem
SER PAI de fato...
E também para os filhos que sabem ser filhos...

PARA O SER PAI SER PAI
Marcial Salaverry

Ao Ser Pai, que soube ser pai,
dedico este poema,
que sempre mostrou o dilema
que o Ser Pai enfrentou,
para ser pai de verdade,
sendo firme ou carinhoso
conforme a necessidade...
De coração, cada bronca deve-se agradecer,
sendo feitas quando merecer...
Fazer do amor o caminho,
para fazer um doce carinho...
Sempre com seus cuidados,
e tambem com olhares enfezados...
Pai, doce palavra, que chega n'alma,
e que sempre na dor, nos acalma...
Pai, quero apenas te abraçar,
e todo meu amor lhe dedicar...
Desculpas venho lhe pedir,
pelas vezes que fiz voce se afligir...
Pai, te amo...
Por que não se diz mais vezes?
Por que só quando é lembrado às vezes,
quando já é tarde?