terça-feira, 23 de outubro de 2018

EXISTIRÁ A FELICIDADE ETERNA?


Na verdade, a felicidade se resume em uma união
de diversos momentos felizes que poderemos viver
ao longo de nossa vida...
Ósculos e amplexos,
Marcial

EXISTIRÁ A FELICIDADE ETERNA?
Marcial Salaverry

Sem querer ser pessimista, acredito que a felicidade eterna somente será encontrada quando não estivermos mais aqui.

Contudo, existem crenças que afirmam que nossa partida poderá ser o ponto de partida para uma expiação, portanto, nem lá existe a tal da felicidade eterna.

Será que realmente existe felicidade?

A felicidade é algo muito subjetivo. Todos a buscam, mas poucos a encontram. Talvez por não saber “sentir”.

A propósito, como se define a felicidade? Como podemos saber se estamos sendo felizes? Algumas pessoas precisam de um aperto de mão amigo, de uma palavra de consolo. Com isso, estão felizes. Afinal, nem todos são dignos de receber esse aperto de mão amigo, esse olhar simpático, como que dizendo: Gosto de você.

Outras, contudo, para estar felizes são mais exigentes. Querem luxo, saldo bancário com muitos zeros. Quando conseguem, querem mais. Usam como argumento, uma frase muito interessante e lógica:" O dinheiro não traz a felicidade...Manda buscar." Mas por vezes o frete é muito caro. Custa algo chamado dignidade. Fazer o que, não se fazem omeletes sem quebrar ovos.

Já teve alguém que me disse que para ser feliz, só queria ter saúde... E que seu dinheiro todo não conseguiu trazê-la. É outro ponto sujeito a controvérsias...

Li um pensamento muito interessante, cujo autor desconheço (é tão inteligente, que poderia ser meu...). Vejam:
" Felicidade plena não existe... A vida é feita de uma sucessão de momentos felizes... E infelizes também. "
Realmente, nunca podemos nos considerar totalmente felizes. Sempre existe uma “peninha” para atrapalhar. Aliás, é nisso que está o gosto pela vida. Sempre temos que lutar por algum objetivo que, uma vez alcançado, serve de trampolim para outro.

Não devemos nos considerar totalmente realizados. É inerente ao ser humano sempre sonhar com algo mais. É preciso continuar vivendo, e lutar por algo é tão necessário como o ar que respiramos, pois a pessoa sem objetivos entra em depressão, e começa a julgar-se um inútil. Paradoxal, não? Consegue realizar tudo o que sonhou, e entra em depressão por causa disso. Enfim, assim é a natureza humana, sempre encontra algo para atrapalhar a felicidade plena, total, completa e irrestrita.

O que devemos fazer é aproveitar tudo o que de bom a vida nos oferece, enquanto podemos aproveitar. Paralelamente, temos que saber aceitar os revezes que nos cruzam o caminho, sem mágoas ou revolta. Não esquecendo de que apenas felicidade, chega a atrapalhar, pois nos tira a vontade de lutar, além de nos dar a falsa impressão de que tudo podemos, e assim, estamos sujeitos a grandes quedas. Aliás, a história sempre registra algo nesse sentido. Líderes que chegaram ao topo, e de repente despencaram do pedestal onde se tinham instalado.

Sempre temos que ter algum objetivo na vida. É nessa vontade lutar, de viver, que existe a verdadeira felicidade.  É nessa capacidade de aceitar tudo o que de bom e de ruim a vida nos oferece, que se pode dizer: SOU FELIZ. E, principalmente, é adquirindo-se a certeza de que as coisas que nos acontecem obedecem a diretrizes de Alguém, é que se consegue realmente enxergar o que poderá ser a felicidade em cujo encalço estamos.

Como superar os momentos infelizes? Tendo no seu interior a certeza de que esses azares são simplesmente uma questão temporal, algo que surgiu somente para testar sua força de vontade, sua capacidade em superar adversidades. Aí sim, você poderá saber se merece ou não ter mais momentos felizes do que infelizes, porque estes também são inevitáveis. Já dizia um velho provérbio: "não há bem que sempre dure, e nem mal que nunca se acabe". Parece uma bobaginha, mas não é. Temos que estar sempre preparados para tudo, e não só para os bons momentos, e assim poderemos sempre viver UM LINDO DIA, e procurando repeti-lo a cada dia de nossa vida...

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

O POETA E A INSPIRAÇÃO

Para um poeta poetar, é preciso
sentir a inspiração poetal...
Ou só a piração poetal...

O POETA E A INSPIRAÇÃO
Marcial Salaverry

O poeta agradece a inspiração,
que nasce em sua emoção,
vem do fundo da alma,
como algo que as dores acalma...
O poeta sai de seu penar,
quando começa a poetar...
Com a inspiração chegando,
vai se emocionando,
e num repente, está poetando,
e com sua inspiração se deslumbrando...
Será a inspiração uma graça divina?
Poetando, jamais estará perdido,
pois fala de um amor sentido,
ou de algo já vivido...
Por ele fala sua inspiração,
dá-se uma transformação
em seu interior...
Mesmo sofrendo, fala das delicias do amor...
Se estiver alguma dor sentindo,
poetará sorrindo,
pois quem fala é sua inspiração,
que por vezes é mesmo uma piração...
Assim é o poeta...

ACOMPANHANDO A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA

Com a constante evolução tecnológica,
a novidade de hoje, será a velhidade de amanhã...
São esses os nós do progresso tecnológico,
que anda rápido demais...
Fica complicado tentar acompanhar a evolução
que vem acontecendo...
Osculos e amplexos,
Marcial

ACOMPANHANDO A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA
Marcial Salaverry
                   
Tentando acompanhar paripassu a evolução teconológica, podemos concluir que com plena e total certeza, o mundo anda em constante evolução, e isso é ponto pacifico, e assim, o que parecia utopia há pouco tempo atrás, hoje já é coisa superada, tão rapidamente anda o progresso da tecnologia, que cada vez fica mais difícil de ser acompanhado, e dessa maneira, embora possa parecer incrível, muita gente ainda está ferrenhamente presa ao passado, e se recusa peremptoriamente a aceitar inovações.

São criaturas que custam demais a acompanhar o progresso tecnológico da atualidade, recusando-se a acreditar que certas máquinas vieram para beneficiar o progresso da humanidade, agilizando as comunicações, facilitando o desenvolvimento da ciência, mas por mais que a elas se mostre os incríveis benefícios dessa evolução tecnológica, eles  fecham os olhos para o que está à mostra, e usam argumentos, para eles irrefutáveis, segundo os quais “antigamente não havia nada disso e se vivia bem melhor”.

Na verdade, pode-se entender tal resistência, em se tratando de pessoas de pouca cultura e que teriam naturais dificuldades para entender por exemplo que um forno de microondas é bem mais ágil do que um fogão a lenha. Nesse caso, existe um contra argumento, pois também devemos reconhecer que o sabor da comida preparada num arcaico fogão à lenha é bem melhor.  Mas isso não é um detalhe tecnológico, é meramente uma questão de paladar, e estamos falando da praticidade da coisa, e é o que exige a atualidade de nossa vida.

Atualmente o grande pivô de discussões, é o novo monstro que veio destruir a paz e a tranquilidade dos lares, criando uma série de atritos familiares. Estou falando do tal do COMPUTADOR, e suas terríveis variantes laptop, tablet, celular, um trio de arrepiar...

Vamos lembrar que há alguns anos, foi a televisão que causou estragos. Muitas pessoas recusavam-se a sequer cogitar da idéia de colocar um aparelho desses em casa, eis que diziam mil e uma coisas contra ela, pobre vítima inocente de uma série de calúnias levantadas por seus detratores, pessoas que se recusavam a aceitar a evolução das comunicações, e alguns até imaginavam que poderia tirar as pessoas de onde estavam,  colocando-as em nossas casas. Chegavam mesmo a imaginar isso.  Não entendiam como poderiam ver quem não estava lá. E continuavam a escutar seus rádios.

Desde que o mundo é mundo, sempre houve esse tipo de resistência contra tudo que representasse uma evolução, uma mudança. 

O infeliz do automóvel chegou a ser apedrejado em praça pública, pois era inconcebível que algo se movesse sem a tração animal, embora houvesse um montão de cavalos lá dentro, que muita gente queria ver a todo custo.

E chega agora a vez do computador. Já começa a ser um pouco mais aceito. Mas para muita gente, ainda é “coisa do demônio”. Essa coisa de se falar com o mundo todo em questão de segundos, de se fazer as mais complicadas operações matemáticas num piscar d’olhos, é um autentico absurdo. E então, como será possível falar com alguém do outro lado do mundo, e olho no olho, graças a um tal de Skype.  E claro, que quanto mais evolui, mais as dificuldades para o aprendizado de se lidar com essa “Coisa” são aumentadas.  E toca a dizer-se que existem radiações perigosas, que podem cegar as pessoas, que o computador provoca câncer...(aliás, o microondas também foi vítima dessas calúnias...).

Enfim, essa resistência ao progresso é algo inerente às pessoas acomodadas, que não querem evoluir, pois qualquer evolução, sempre exigirá algum esforço a mais, algum estudo para poder acompanhar a coisa, e pessoas com uma certa preguiça mental, preferem combater do que aderir.

Se essa mentalidade tivesse prevalecido, ainda estaríamos na fase da pedra lascada... (talvez mais felizes, quem sabe?), mas não estaríamos vivendo com o conforto que temos agora.

Mas, pensando bem, será que realmente todo esse conforto, todo esse bem estar que o progresso nos trouxe  é realmente benéfico? Antigamente fazíamos as coisas com maior esforço físico, e não precisávamos correr nas Academias.... Enfim, uma volta ao passado talvez não seja tão ruim assim...

Será que os detratores do progresso estavam mesmo tão errados assim?  Ou errado foi o progresso.  Aumentou a qualidade de vida, mas nos obriga a fazer ginástica... Bem, a grande verdade é que temos de acompanhar a evolução tecnológica, sem dúvida, se não quisermos perder o bonde da História, (hoje, seria o foguete...)

Nunca esquecendo de uma coisa. O computador surgiu para resolver uma série de problemas,  que não existiam antes que ele fosse inventado...

E pensando nisso, aproveito a rapidez do computador, pra desejar a muita gente, em diversas partes do Brasil e do mundo, (de outros planetas, quem sabe?) UM LINDO DIA. Não é muito bacana isso?

domingo, 21 de outubro de 2018

DESEJA-SE SEMPRE ENCONTRAR O AMOR


 

DESEJA-SE SEMPRE ENCONTRAR O AMOR
Marcial Salaverry
 
Deseja-se sempre encontrar o amor,
aquele que à vida trará mais calor,
que à vida poderá dar mais emoção,
trazendo mais vida ao coração...
Um amor aguardado com tanta ansiedade,
sempre será na verdade,
um gostoso encontro apaixonado,
algo a ser jamais olvidado,
quando acontecerá uma entrega total...
Corpos e almas num prazer sem igual,
mesmo que seja um único e breve encontro,
mas com quentes momentos de amor e sexo,
amando num vibrar desconexo,
será um encontro inesquecível,
onde aconteceu um amor incrível...
Mesmo que aconteça um adeus depois,
e que não haja reencontro entre os dois,as almas sempre poderão se encontrar,
e etéricamente novamente se amar...
 

Marcial Salaverry 

LEMBRANDO NOSSO PRIMEIRO BEIJO

A primeira vez... ninguém esquece...
Do primeiro beijo, então...
Seja encostado na paineira, com aquela tatorana indesejável,
ou não, ou seja onde for...
Osculos e amplexos,
Marcial
TEXTO PUBLICADO EM 25/04/2012

LEMBRANDO NOSSO PRIMEIRO BEIJO
Marcial Salaverry

Algo que fica em nossa memória quase que indelevelmente... Quem não se recorda com carinho do primeiro beijo de amor que teve na vida?

Aquela emoção que não mais repetiu, por mais vezes que se tenha beijado. A primeira vez, por mais escondida que esteja na memoria, jamais será esquecida. Tenha ou não sido o melhor, mas sempre terá sido o primeiro, que deixou as mais doces recordações, de um tempo quando ainda existia inocencia na vida.

Como foi mágico... O primeiro toque...O primeiro beijo... O despertar dos sentidos...

Para quem ainda não o teve, pode-se perguntar, como se fazia na época "Qual é o beijo do teu sonho?". Se fosse por um beijo cinematográfico, logo se dizia para não esperar por algo semelhante. Beijos assim, não são espontaneos, não são naturais, são produtos de muito ensaio, portanto, não se deve esperar por algo assim, pois pode ser que isso nunca aconteça, já que na vida real, os melhores e mais autenticos beijos, simplesmente acontecem, sem que possa haver qualquer ensaio. E nem é necessário, pois os instintos afloram e nos "dizem" tudo o que precisamos saber e fazer.

O primeiro beijo costuma ser suave, um toque investigativo. Se existe a sintonia, as bocas dizem a que vieram, instintivamente se adivinham, sabem do desejo, e no beijo, "falam" a muda linguagem do amor.

O primeiro beijo, para ser aguardado, desejado, anelado, não precisa ser o primeiro da vida. pode ser até o milésimo. Mas, sendo o primeiro entre aquelas bocas, sempre será o "Primeiro"...

A cada novo amor, sempre haverá um "Primeiro Beijo". E como é desejado e sonhado...

Existe um tempo para isso acontecer, não deve ser forçado, apenas deve ser desejado. A quimica precisa existir. Se depois de um tempo não acontecer a labareda, ou seja, se não se sentiu nenhum "aquecimento interior", nada aconteceu, pois não houve a quimica entre ambos... É essa quimica que diferencia os beijos, que faz com que de uns jamais se esqueça, e que outros sequer sejam lembrados.

Através do beijo, compartilha-se intimidades. Sente-se o sabor de quem se ama e declara-se esse amor no silêncio de um beijo. É talvez a única forma de interagir com o corpo do outro sem deixar vestígios. Um beijo pode marcar a alma, mas não o corpo. Num beijo existe a entrega da alma, mas não a do corpo, que é outro capitulo.

Em um beijo de amor fazemos a mais doce viagem, e é sem volta. É um caminho de ida, sem destino e sem pressa. É um momento mágico que traz em si a grande vantagem de não cansar.

Beijo de amor não cansa. O sabor sempre será o de "quero mais". Um beijo dado com amor e assim recebido, vale mais do que uma simples transa. É por isso que as "profissionais do amor" não querem beijar na boca, pois não querem sentir envolvimento pelo cliente. Transam, mas não beijam. É aquela transa mecanica, fria, sem o calor dos beijos de amor.

Há quem diga que beijar é trocar virus e bactérias. Pode ser uma afirmação verdadeira. Mas que de forma alguma preocupa a quem está realmente amando. E, convenhamos, é a mais gostosa contaminação que existe. Com um beijo, geralmente inocula-se o mais forte virus que existe, que é o Virus do Amor.

Amar é vida. Beijar é viver a vida no amor.

E com o mais puro beijo de amor que existe, que é o beijo da amizade, com um beijo no coração, desejo-lhe UM LINDO DIA.

sábado, 20 de outubro de 2018

O POETA E A POESIA


O verdadeiro poeta é aquele que consegue
transmitir numa poesia aquilo que lhe vai n'alma...

O POETA E A POESIA
Marcial Salaverry

A poesia é a voz da alma...
Por isso, não devemos atormentá-la...
Com alegria se vive melhor...
E a alegria está dentro de nós...
 Lamentar menos, e saber enxergar
o que a vida tem de bom... de belo...
é o que aprecio e espero...
Poetando, o poeta traduz sua alma...
"Diz" o que lhe diz o coração...
Tanto pode extrair da vida a real beleza,
ou afundar num mar de tristeza..
Depende de como sua alma gosta de viver...
Poesias de tristeza não tem a mesma beleza...
é melhor encarar bem o dia para poetar com alegria...

Marcial Salaverr
y

DOIS CORAÇÕES QUE SE ENTENDEM





DOIS CORAÇÕES QUE SE ENTENDEM
Marcial Salaverry

Quando dois coração
se entendem...
Pressentem-se afínicos...
Sentem-se vivos...
Transmitem entendimento
com amor, com amizade...
Aceleram-se...
Emocionam-se...
Estando vivos, abrem-se,
e seguem vivendo
com amor, com amizade,
com carinho, afeto e prazer,

mostrando que sabem viver...

Marcial Salaverry

SEMPRE DEVEMOS PROCURAR A VERDADE


Uma grande verdade diz que não temos o direito de julgar nada nem ninguém,
antes de ter perfeito conhecimento do que se passa...
Sempre será preciso procurar a verdade para tomar pé da situação...
Osculos e amplexos,
Marcial

SEMPRE DEVEMOS PROCURAR A VERDADE
Marcial Salaverry

Uma verdade verdadeira nos diz que é importante bem procurar a verdade, antes de nos manifestarmos, condenando ou discriminando alguém, apenas  por sua aparência, ou por uma primeira impressão. 
Muitas vezes o fazemos erroneamente e, com base nesse primeiro julgamento, chegamos a formar idéias preconcebidas, que nos poderão levar a erros terríveis. Pode ser perigoso condenar ou aplaudir algo ou alguém, apenas com base numa primeira impressão, antes de conhecer a verdade total.

É preciso sempre  dar tempo ao tempo,  pois a famosa “primeira impressão”, poderá  nos induzir a um julgamento errado sobre alguém, e assim, não devemos nos guiar sempre pelo primeiro impulso, que nos leva a rejeitar ou a adotar um certo alguém, classificando-o de bom ou mau à primeira vista, antes de que possamos verificar se essa pessoa fará bem ou mal para nossa vida...

Assim como o amor à primeira vista pode ser perigoso se a ele nos entregarmos por inteiro logo de início, também a “rejeição à primeira vista”, poderá nos levar a perder boas amizades.

Meu inefável guru L’Inconnu, me repassou  um pensamento muito interessante sobre o assunto, ou seja, 

"Se julgares as pessoas não terás tempo para ama-las"
É uma realidade, e é algo para ser muito bem analisado e assim, nunca devemos julgar apressadamente as pessoas, classificando-as sumariamente, eis que  sempre será necessário que as conheçamos melhor, reunindo assim, condições para poder defini-las e classificá-las.  E mesmo assim, com os devidos cuidados, pois nem sempre acertamos, o que aliás é uma característica dos seres humanos a tal da falibilidade, pois sempre estamos sujeitos a erros, principalmente de julgamento.

Para julgamentos,  existem os Juizes,  e assim mesmo, por uma razão ou outra cometem falhas incríveis, como temos oportunidade de ver através de relatos de grandes e grosseiros “Erros Judiciários”, que sempre causam danos muitas vezes irreparáveis, mormente quando certos Juizes se deixam levar por circunstancias para soltar quem deeveria continuar preso...

Sempre é  preciso haver um melhor conhecimento, para que se possa saber se determinadas pessoas realmente merecem nosso amor, nossa amizade, ou nosso repúdio. É preciso que as deixemos mostrar suas qualidades e defeitos (quem não os tem?), para que assim as possamos considerar como merecedoras de nosso afeto, ou não... Ao mesmo tempo, estaremos sendo objeto do mesmo estudo, e, da mesma maneira que não apreciaríamos sofrer um julgamento precipitado, ou sermos pré-classificados por outro alguém, num sempre acontecível reverso da medalha. Devemos sempre adotar a mesma linha de conduta que para nós desejarmos.

Ao fazer um julgamento sobre o caráter de alguém, estamos assumindo uma postura que dificilmente se modificará, e isso sempre é perigoso, pois se for errado, nem sempre saberemos modificá-lo antes que alguém seja magoado ou ofendido. 

Sempre deveremos dar a outrem, e a nós mesmos, o direito a uma segunda ou terceira opinião, pois tanto julgamentos como atos precipitados, sempre podem dar margem para arrependimentos, levando-nos a alguns pedidos de desculpas, que nem sempre serão aceitos, por termos sido por demais grosseiros em nossas atitudes precipitadas.

Assim, é fundamental usar ponderação e bom senso, pois penso que não vale a pena perder boas amizades, por certas atitudes errôneas, a que fomos levados por julgamentos precipitados...

Esperando não ser prejulgado por ninguém, desejo cordatamente a todos UM LINDO DIA, e que este dia possa ser repetido ad perpetuam...

"O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente"
  Confúcio
Meu jovem amigo Confúcio realmente matou a pau a questão de julgamentos precipitados...

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

CERTAMENTE O AMOR É COISA SÉRIA

CERTAMENTE O AMOR É COISA SÉRIA
Marcial Salaverry

Não é nenhum mistério
que o amor é algo sério...
Não se deve brincar com o amor,
pois o amor é coisa séria, e à vida traz calor...
Ele não é um premio para ser conquistado,
mas algo que se deixa num coração enraizado,
e quando cria raízes, é difícil arrancar,
e por essa razão, não se deve brincar de amar...
Do amor e de amar todos temos necessidade,
mas para que exista total felicidade,
é preciso que haja reciprocidade,
e muita, mas muita sinceridade...
E claro, o fundamental é o respeito,
entendendo que não deve haver nada suspeito,
para que amor e amizade seja algo bem aceito...
E assim, o relacionamento fica perfeito,
pois aceitam-se virtudes e defeitos...

OFERECER AMOR-PERFEITO PARA UM AMOR PERFEITO

Existirá o amor perfeito?
Existe sim... É uma linda flor... O amor-perfeito...
Que podemos oferecer para um amor perfeito...
Osculos e amplexos,
Marcial

OFERECER AMOR-PERFEITO PARA UM AMOR PERFEITO                    
Marcial Salaverry

Almas romanticas certamente sabem que amor-perfeito é uma linda flor, mas não podemos querer perfeição no amor, sendo difícil, ou quase impossível encontrar um amor perfeito.

O assunto amor é mesmo inesgotável, pois quando parece que já falamos tudo o que se poderia falar sobre essa coisa maravilhosa que é o Amor, aparece alguma mensagem dizendo alguma coisa de novo, e nos faz descobrir que ainda se pode falar muito sobre ele, como este texto escrito por Moliére:
 "O amor é um mestre admirável que nos ensina a sermos o que nunca fomos; e muitas vezes, com as suas lições, muda completamente, num instante, os nossos costumes..."
Efetivamente, quando se é atingido por suas setas certeiras, mudam-se conceitos, mudam-se modos de vida, personalidade e tudo o mais que se possa ser mudado para que as coisas se "conjuminem".  Muda-se até de cidade, de Estado ou de País, e principalmente muda-se de estado civil...

Quando amamos de fato, sempre procuramos ver os pontos de discordância com a pessoa amada, e procuramos ver o que se pode mudar para uma coexistência pacífica, sempre procurando a perfeição do amor, o que poderá colaborar para a tão procurada perfeição do amor...

Então, logicamente se alguém tem um estilo de vida muito liberal, gostando de saídas noturnas, e certos passatempos em que o conjugue não irá se sentir bem, deverá e obviamente será de seu desejo mudar alguma coisa, para criar um ambiente de cordialidade em casa, evitando-se áreas de atrito.

Para que um amor seja perfeito e possa dar certo, e que dure bastante tempo, essas acomodações são necessárias.  Impõem-se mudanças.  Ambos os lados devem ceder em alguns pontos de vista, mesmo arraigados, e mudar, em benefício do amor. E é aí quando se pode começar a ver que não é bem perfeito.

Na realidade, o amor nasce da atração entre duas pessoas, que se leram, ou que se viram, e se gostaram. Pronto, beleza pura, amam-se e serão felizes. Será tão simples? Se fosse simplesmente assim, seria mesmo perfeito, mas certamente não o é, pois se fosse assim tão simples, lindo leve e solto, não teria graça nenhuma.

Muito mais importante do que se conquistar o amor, é a sua manutenção, e esta só é conseguida com a convivência, que por sua vez depende do acerto de personalidades, onde cada um dos parceiros precisa ver no que é possível ceder e mudar, para que o acerto se verifique, e comece assim a chegar perto da perfeição...

Ambos os lados devem se acertar, e isso é muito importante, pois se apenas um dos lados cede, dá-se o domínio de uma das partes, já criando uma área de atrito permanente. Não podemos nos esquecer de que é uma sociedade que se cria, e como tal deve ser tratada.

E quando se está vivendo um relacionamento de longa data, é gratificante olhar para trás, e chegar à conclusão de que foi possível estar nesse ponto, porque tiveram o discernimento, o senso de equilíbrio de fazer as mudanças necessárias em tempo hábil.

E que realmente o que os une é um amor real e verdadeiro, que superou todas as intempéries da vida, conduzindo-os a um ponto de equilíbrio, que só foi possível pelo respeito mútuo e pelo acerto das arestas e pontos de desgaste que surgiram no início do relacionamento.

Mas nem assim se pode dizer que vivem um amor perfeito, pois todos os acertos havidos, sempre deixaram arestas não totalmente superadas, e sempre será preciso usar-se bom senso e discernimento para que, apesar das imperfeições, o amor sobreviva perfeitamente.

E as mudanças lembradas por Moliere sempre possibilitam isso.

Esperando que tais lembretes possam ser úteis a alguém, desejo a todos  UM LINDO DIA, se possível, oferecendo amor-perfeito para seu amor perfeito...

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

PAZ E AMOR EM SUA TERNA E ETERNA BUSCA


PAZ E AMOR EM SUA TERNA E ETERNA BUSCA
Marcial Salaverry

Algo em que todos estão empenhados,
pois paz e amor sempre são buscados...
É preciso ser capaz
de sempre buscar o amor com paz...
Para o amor poder viver e sentir,
é preciso a paz na alma pressentir...
Pressentir e ser bem capaz,
de viver esse amor em paz...
E ser capaz de viver nesse doce ideal,
um terno ideal de paz e amor,
um amor que vem da alma,
que com amor e paz se acalma,
e assim, acalma o coração,
que simplesmente quer amar,
quer amar de verdade e com amor,
com a plenitude de um amor por toda a vida,
garantindo que alma e coração terão sobrevida...
 
Marcial Salaverry


NEM TUDO NA VIDA SÃO FLORES

Nem tudo na vida são flores, também existem as dores e assim,
precisamos sempre estar preparados para certas eventualidades.
Quando somos pegos de surpresa, a coisa fica pior...
Ósculos e amplexos,
Marcial

NEM TUDO NA VIDA SÃO FLORES
Marcial Salaverry

Certamente precisamos estar sempre bem preparados para certas eventualidades, coisas que podem acontecer, uma vez que de problemas nunca estamos livres, e pode acontecer  em nossa vida, sofrer alguns duros revezes, que até podem nos  fazer baquear, ou que nos levem a tomar certas medidas que embora não seja o que realmente desejamos fazer, acabamos deixando acontecer se nos deixarmos levar por impulsos irrefletidos, e tomar certas atitudes meio drásticas, levados por um impulso de momento.  Nessas ocasiões, perdemos a fé na humanidade e nas pessoas.  Principalmente quando vemos uma injustiça ser cometida. E como elas acontecem.

Por exemplo, quando vemos que influências políticas determinam certos resultados, dando a vitória aos menos capazes, que triunfaram por saber manobrar politicamente melhor a situação, e infelizmente, desde uma eleição de síndico de prédio, até de um Presidente da Republica, a habilidade política se sobrepõe aos méritos. Conchavos, corrupção possibilitam aos corruptos assumir o poder... Dá-se mais valor a conchavos e promessas de benesses, do que às reais condições dos candidatos para a execução das tarefas propostas.

Meu bom e fiel amigo L'Inconnu, nos brinda com uma frase que mostra bem como se deve reagir ante os revezes da vida. Vejam:
 "Se algum dia passar pelo caminho da vida e tropeçar, não desanime e lembre-se que por ali muitos passaram e tropeçaram mas nem por isso deixaram de caminhar."  
Em versão mais, popular, diz-se: "Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima..."

E é exatamente isso que se deve fazer, seja qual for o tropeço ocorrido. Seja perder injustamente uma eleição, seja uma derrota esportiva, seja a perda de um amor, seja aborrecimentos causados por certas atitudes que sofremos, e que magoam profundamente.

Enfim, seja qual for o motivo de nossa desdita, o único que nos resta fazer, é encarar o bicho de frente, juntar os cacos que sobraram  e seguir em frente.

Se resolvemos parar para lamentar o ocorrido, futuramente poderão ser piores os danos, não tenham dúvidas. Quem vem atrás certamente não irá parar para ver o que aconteceu.

É exatamente nessas situações, que precisamos justificar nossa permanência entre os vivos, indo em frente sem parar para lamentar o que aconteceu, pois as lamentações só servirão para nos afundar mais.

Uma das soluções que existem, é procurar trabalhar com mais afinco ainda, para mostrar quem realmente somos, e que nossa derrota foi injusta. Abatendo-nos,  daremos razão aos nossos detratores, pois mostraremos nossa tibieza ante situações desfavoráveis.

A capacidade de reação é que mostra nosso real valor.  É muito fácil, quando estamos "na crista da onda", mostrar nosso valor. Contudo, quando realmente temos que mostrar nossas reais condições, é ao sofrermos revezes.

Não quero dizer que é bom levar certas pauladas.  Mas, sempre é bom estarmos preparados para elas, pois se as recebermos, saberemos reagir a tempo.

Claro que nosso caminho não é feito só de vitórias.  Seria bom se o fosse, mas seria monótono também. E qualquer aresta que surgisse, já seria um grande problema.

O certo mesmo é saber encaixar os golpes que porventura surgirem, e, paralelamente saber aceitar os triunfos com naturalidade, sem nos empolgarmos demais, pois esses êxitos podem ser efêmeros.  Quem nos aplaude hoje, poderá falar mal de nós amanhã. A vida é um eterno elevador. Uns sobem, outros descem. Isso é inevitável.

O certo é procurar sempre levar a vida com naturalidade, encarando vitórias e derrotas como contingências naturais, sem procurar atrair invejas ou ódios.

Nunca esquecendo de cumprimentar todos aqueles com quem cruzamos em nossa subida, pois poderemos precisar deles se eventualmente estivermos na descida.   
Para quem nos ataca, um sorriso e para quem está de nosso lado, um abraço.  Sempre um gesto amigável ajuda muito.

Procurarmos superar momentos adversos com atitudes positivas. Esse é o segredo.

Pensando positivamente, teremos UM LINDO DIA. e poderemos repeti-lo sempre...

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

SERÁ O CIÚME O PARADIGMA DO AMOR?

 


SERÁ O CIUME O PARADIGMA DE AMOR?

Marcial Salaverry


Jamais o ciúme será paradigma de amor,
pois tira dele o valor...
O ciúme é sinal de desconfiança,
com ele o amor balança,
pois amor é calor, é confiança...
O real paradigma do amor é o carinho,
aquele afeto que mostra o caminho
para o amor conquistar,
e o saber vivenciar...
O ciúme é possessividade,
impede a total felicidade,
tirando aquela doce vontade
de ao lado permanecer...
Por ciúme imagina-se intriga,
provoca-se uma briga
que a nada levará...
Perde-se tempo brigando,
quando se poderia estar amando...
Numa ciumenta explosão
levada pela imaginação,
provoca-se uma discussão,
que pode magoar um coração...
Assim pode findar um amor,
que poderia ser vivido com ardor...
Ciúme, paradigma de amor?
Jamais poderá sê-lo,
Pois o ciúme é paradigma da dor...

Marcial Salaverry

SAUDOSAS PROFESSORAS

Quem não tem uma lembrança de especial
carinho com aquela professora, ou professor
que representou algo de especial na vida...
Que teve alguma influencia em nossa vida...

SAUDOSAS PROFESSORAS
Marcial Salaverry

Professoras, professores
que em minha infancia me aguentaram,
e que em minha adolescencia me suportaram,
e bem me orientaram...
Osculos e amplexos generalizados...
Saudade é algo que nos faz lembrar
daquele bom tempo que atrás ficou...
Saudade do tempo de escola,
daquela nossa furtiva cola,
que a professora fazia que não via...
Doces lembranças de um tempo feliz...
Aquela doce professora,
e seu avental sempre sujo de giz...
Doces recordações de nossa mestras queridas...
Lembranças de um passado, para toda a vida...
"Ah!!! Que saudade que tenho..."

 

O TEMPO NÃO PEDE LICENÇA


O tempo não pede licença para passar,
e vai levando a juventude...
Que idade seu corpo tem?
E sua alma?
É esta que precisa permanecer jovem...
O corpo pode envelhecer,
mas a alma não pode envilecer...
Osculos e amplexos,
Marcial

O TEMPO NÃO PEDE LICENÇA
Marcial Salaverry

É uma verdade indesmentível, o fato de que o tempo não pede licença, e vai passando em nossa vida, e fatalmente somos obrigados a encarar a passagem do tempo, que vai passando, sempre aumentando nossa idade, mas apenas temos que entender que a verdadeira idade não é aquela que ostentamos em nossos documentos, ou em nosso rosto, ou em nosso corpo. Essa é simplesmente a idade física, aquela que é determinada pela data de nosso nascimento. 

Cumpre ressaltar aliás, que  existem apenas duas datas indiscutíveis em nossa vida.  Ao nascermos uma delas ficará registrada para toda nossa vida. Ao partirmos, será a outra, e essa quase nunca nos é dado saber, e não temos a menor vontade de sabe-lo.  Salvo em casos muito especiais, mas essa já será uma outra história, que fica para uma outra vez...

A grande verdade é que devemos viver tendo presente que nossa verdadeira idade será aquela que nossa alma apresentar, aquela que tivermos em nosso interior. Existem pessoas que embora tenham fisicamente determinada idade, em seu interior terão muito forte uma luz que dirá na realidade, qual a sua real idade...

Bem a propósito, li um artigo de autoria de nossa amiga Marilda (Olhos de Lince), que define com muita propriedade o que vem a ser essa muito real idade, ou realidade...
"Envelhecer o corpo... Amadurecer a alma...
(OlhosDe£in¢e)
 As mãos deslizam suave por sobre o corpo, percebe a pele menos translúcida, se ao redor dos olhos vincos formam desenhos desconhecidos, na retina o brilho permanece.
O envelhecer do corpo contrasta com o amadurecimento da alma.
A preocupação com o físico torna-se secundária, não precisa mais emprestar aquele sorriso que achou bonito na amiga ao lado, ensaiar aquele andar insinuante e muito menos se esforçar em copiar gestos da artista do momento.
A serenidade implantada denota que o aprendizado da vida valeu a pena!
Hoje, ostenta nos olhos a sabedoria adquirida com as surras que a vida dá, aprendeu a diferenciar o caminho do que é justo, fugindo do injusto, e nos detalhes do dia-a-dia encontra a explicação da vida. Nas coisas simples ressurge o encantamento de sonhar, ouvindo a canção da alma."
Essa é a mais iniludível verdade. Temos que saber aproveitar tudo aquilo que nos acontece, para fornecer subsídios para que nossa alma consiga manter-se viva e jovem, enquanto estivermos vivos. O triste é deixar a alma morrer com o corpo ainda em vida. É sentir aquele torpor interior, que nos impede de acompanhar sequer a marcha dos acontecimentos.  É triste ver pessoas que se entregam à própria sorte, e desistem de lutar por algo na vida.

Se percebermos que nosso corpo está envelhecendo, devemos cuidar para que esse envelhecimento exterior não atinja nosso interior, que sempre deverá ser preservado, jamais acompanhando o corpo que se vai desgastando, sempre tendo em mente que o desgaste espiritual poderá nos levar a crises de depressão, acelerando mais ainda o envelhecimento físico. A alma foi, é, e sempre será como que o combustível que faz o corpo andar.  Se a deixarmos morrer em vida, seremos corpos sem vida, andando, porque ainda não morremos fisicamente, mas não estaremos justificando nossa permanência aqui.

E infelizmente existem muitas pessoas  vivendo nessas condições, sempre atrapalhando a vida dos outros. E se temos alguém assim a nosso lado, dá vontade de sumir, ou pelo menos, mudar de lugar... Temos que ter amor pela vida, vivendo-a da melhor maneira possível, que é procurar manter a juventude em nossa alma, jamais perdendo a alegria de viver. Assim, teremos mais forças para superar quaisquer azares que se nos anteponham.

Como manter essa juventude? Como aceitar o que tempo faz com nosso corpo? Simplesmente entendendo que são contingências da vida. Sempre procurando viver de modo a atingir os 80 anos como se tivesse 60. Ou seja, nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Não é porque queremos manter nosso espírito jovem, deveremos viver como os jovens. Cada qual à sua época. Conviver com pessoas jovens é uma coisa. Viver como eles é outra. Nosso físico não terá o mesmo pique, embora nossa alma possa tê-lo. Simplesmente é preciso nos adequar à coisa toda.

O grande segredo é saber viver.  É saber usar nossa experiência de vida a nosso favor. É saber dividi-la, não a guardando egoisticamente apenas para nós. E assim iremos sempre manter nossa alma jovem.  Deixe que o tempo aja sobre o físico. Não se amofine por isso, e mantenha sua alma longe do RG. Não a deixe saber desse pequeno detalhe complicativo.
E uma das maneiras, é procurando ter a cada dia que passa, sempre UM LINDO DIA, sempre pedindo licença ao tempo para te-lo...

terça-feira, 16 de outubro de 2018

O SER HUMANO PRECISA APRENDER A SER HUMANO

É meio complicado entender o ser humano, complicado mesmo...
E para descomplicar, a receita é saber viver em paz, na esperança
de que o ser humano possa aprender a ser humano de verdade...
Osculos e amplexos,
Marcial

O SER HUMANO PRECISA APRENDER A SER HUMANO
Marcial Salaverry

Uma verdade verdadeira que precisa ser dita, é aquela que afirma que na realidade, o ser humano é especialista em tornar as coisas simples muito complicadas, e isso acontece quando tentamos analisar o que acontece com os relacionamentos humanos, que  sempre são complicados.
Entre os animais a coisa é mais fácil, porque eles sabem como se comunicar entre si. Já conosco a coisa é mais complicada, pois nem sempre conseguimos nos comunicar com bom senso, e por vezes são ditas palavras que são mal interpretadas e podem gerar algum desentendimento, e assim algo que não ficou bem explicado pode gerar confusão, e assim um bom entendimento sempre se torna difícil, pelas diferentes maneiras de se interpretar a mesma coisa.
Existem algumas regras, se é que assim podem ser chamadas, que podem minimizar os problemas, o difícil é sua observância, algo que na realidade pode ser de fácil compreensão, mas nem sempre é o que acontece. Assim sendo, se quiser ser bem entendido, saiba explicar-se, e para ser bem ouvido, fale, mas nem sempre isso é possível, porque por vezes nossos interlocutores se julgam donos da verdade, e mal permitem que expliquemos certos fatos. Isso nos aborrece, e acabamos agredindo a quem queremos bem. Então, o que deve haver é um diálogo, e que seja feito com bom senso e compreensão. Devemos ouvir primeiro, e falar depois. Isso sempre facilitará nossa argumentação. Saber ouvir é muito importante. Para ser compreendido, exponha claramente as suas idéias sem jamais abrir mão daquelas que julga fundamentais apenas para que os outros o aceitem.
Claro que não é bem por aí, pois muitas vezes nossas idéias não podem ser totalmente aceitas, e devemos saber ouvir o outro lado, e ceder nos pontos que se revelarem conflitantes. Não podemos nos esquecer de que tudo na vida tem dois lados, tem duas maneiras de interpretação, e nem sempre a nossa, só por nossa, é a exata. Acima de tudo, busque o prazer antes do sucesso, a auto realização antes do dinheiro, fazer bem feito antes de pensar em obter qualquer recompensa, e isso  teoricamente está correto, mas existe algo chamado sobrevivencia, e muitas vezes temos que pensar no outro lado da coisa, e, ao prazer de fazer bem feito, temos que ver a funcionalidade, uma vez que sempre será preciso pensar no retorno que poderemos ter, salvo se nos estivermos dedicando a algo apenas por diletantismo. Mas sempre é necessário pensar-se igualmente no dinheiro que essa auto realização poderá gerar. Afinal, também temos que satisfazer o cruel vício da alimentação, e da sobrevivencia.
Tambem é preciso entender que nenhum reconhecimento externo vai substituir a alegria de poder ser você mesmo, sem pensar no tal do status social, pois  "status é comprar coisas que você não quer com o dinheiro que você não tem, a fim de mostrar para gente de que você não gosta, uma pessoa que você não é". Sem dúvida alguma, quando podemos ser e agir exatamente como queremos é algo de muito bom. Procurar aparentar algo que não somos, obviamente é incrivelmente frustrante, pois vamos aos poucos violentando nossa personalidade, e uma das atitudes que mais provoca essa "violencia",  é o tal de "manter as aparências". Não fazer determinadas coisas "porque não fica bem"... Enfim, é o famoso "engolir sapos", porque precisamos ser assim, e isso não é muito agradável ao paladar, além de incrivelmente indigesto...
Na verdade, nada tem muita graça se não for bom para o corpo, leve para o espírito e também agradável para o coração, pois não nos sentiremos bem fazendo coisas forçadas. Dentro do possível, devemos procurar ser autênticos, desde que nossa autenticidade não seja agressiva, pois da mesma maneira que não gostamos de "engolir sapos" alheios, não deveremos querer que outros engulam os nossos. Ponderação e bom senso, eis algo que sempre deverá imperar.
Para conseguir as coisas, devemos ter paciência e determinação, pois nem sempre o êxito virá logo da primeira vez, portanto deveremos persistir, tentando atingir nossos objetivos, e se um caminho se fechou, poderemos tentar abrir outros, o que não se pode é entregar os pontos ante os primeiros obstáculos.
Mas, se percebermos que já se fez tudo o que pôde ou até mesmo um pouco além, há que se mudar de alvo para não se tornar, em vez de um vitorioso, apenas mais um teimoso. Persistir em algo viável é uma coisa. Insistir teimosamente em algo que se revela impraticável, não é sinal de bom senso.
Para podermos recomeçar, devemos nos perdoar pelos fracassos e erros que talvez tenhamos cometido, e devemos aprender com eles e, a partir deles, programar as próximas ações, entendendo que nem sempre conseguimos tudo em curto prazo. Há que saber esperar a oportunidade, contudo, tampouco devemos ficar esperando que os recursos todos nos venham às mãos, deveremos saber procurá-los, temos que ir à luta, se quisermos conseguir algo nesta vida.
Para nos mantermos motivados, precisamos sonhar. Com os pés no chão, mas sempre deveremos sonhar um pouco, procurar objetivos para alcançar metas, e para as atingir,  devemos planejar, pensando grande e fazendo pequeno, um pouco a cada dia e todos os dias um pouco, porque são pequenas gotas d'água que fazem todo grande oceano. Essa é o pensamento correto, a passo e passo, devagar e sempre.

De imediato, temos um grande objetivo, que é ter UM LINDO DIA, e certamente procurar repeti-lo a cada dia de nossa vida...

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

PROFESSORA

Ofereço uma rosa e este poema
a todas aquelas que dedicam
sua vida a ensinar pessoas a viver...
Beijos poeticos, Marcial

PROFESSORA
Marcial Salaverry  

Professora, é aquela doce criatura,
que sempre nos desperta para a vida,
sua lembrança para sempre perdura...
é sempre uma recordação querida...

Quem não tem no escaninho da memória,
uma doce lembrança de um gesto de carinho,
quando de uma queda... uma glória,
ao ganharmos dela um leve beijinho...

Doces lembranças... de um tempo feliz...
seu avental sempre sujo de giz...
Doces recordações... de nossa mestra querida...
Lembranças de um passado... para toda a vida...

Lembrando da querida Prof. Rosina Pastore,
transfiro meu carinho para todas as Rosinas.
E que também, daqui a 60 e mais anos, provoquem
essas mesmas lembranças nos Marciais de quem
cuidaram... e educaram...e a viver ensinaram...

Marcial Salaverry