sábado, 4 de junho de 2011

Palavras à distância...


Ainda que à distância
Com você a tarde passa
Cheia de lembranças.
Leio suas palavras
Como quem saboreia um licor.
Pudera, quem não o faria,
Se estão tão cheias de amor?
Você me enche de carinho
Impossível não perceber
Agora, preste atenção e não se assuste,
Essas palavras são pra você!

Ilza Nascimento
Alinhar ao centro

2 comentários:

  1. Que delicadeza, Ilza!Lindo mesmo! Abraços

    ResponderExcluir
  2. Vindo de quem admiro tanto, sinto-me lisonjeada, Sandra! Beijos!

    ResponderExcluir

O PORTAL DO POETA BRASILEIRO AGRADECE SEU COMENTÁRIO!