terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Fragmento de Palestra ( POR ALINE ROMARIZ ) Transcrito pelo jornalista RUI C.TENDAL

Eu sei, lhe impuseram a poesia numa fase da sua vida que nada mais interessava... Só as baladas ou a (o)“ ficante “da noite passada. E assim , a poesia era coisa chata. Era obrigação depois das terríveis aulas de matemática. Passou pelo Barroco nem percebeu a beleza, Augusto dos Anjos deve ter chamado um pouco atenção... E daí? “Que velho pirado, meu”!! Mas eram só símbolos. O que ele queria dize...r, de fato?


E aí você se perdeu na história, ou perdeu o fio da história... Não deve ter reconhecido os caminhos e as nuances de cada escola literária. Repito! Da forma que lhe mostraram: a poesia era coisa chata.

E foi assim para cada jovem cuja inquietude adolescente não lhe permitia um tempinho para ler e tentar saber um pouco mais desses Poetas mararavilhosos. Seus anseios e o por quê da exteriorização de sua fala. Ou quem sabe seus pais não abordaram o assunto, estavam preocupados demais em lhe oferecer o que o dinheiro podia comprar. Ou seus amigos iam rir de você , assim: “Ó o (a) cara meu!!! Lendo poesia!! Coisa de babaca”.

Espero que agora, prestes a formar uma família, a poesia e a leitura estejam nos planos da educação de seus filhos. Espero que ela , a poesia, vá com você à mesa, às reuniões de família, aos bate papos nas longas estradas nas viagens de férias.

Experimente fornecer aos seus filhos a sensibilidade poética. E deixe que eles aproveitem dessa arte o que quiserem, não lhes imponha... Apenas cite alguns dos versos que mais lhe agrada. Eu garanto! Eles não vão achar que a poesia é coisa chata!



Aline Romariz

PRESIDENTE DO PORTAL DO POETA BRASILEIRO

* Falando com jovens formandos ( Campinas,out 2010)

4 comentários:

  1. Ótimo texto.

    Gostei de ver sua ênfase mostrando toda à importância da poesia para os jovens e a familia brasileira.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. ARLETE TRENTINI DOS SANTOS10 de janeiro de 2012 19:35

    PARABÉNS.

    ASSIM TEREMOS A SOCIEDADE DOS POETAS VIVOS.
    LIDOS...DECLAMADOS...
    ABRAÇOS CATARINENSES A TODOS.

    ResponderExcluir
  3. Aline,
    como sempre, você encontra as palavras certas, para as pessoas certas. A tarefa de falar para jovens não é nada fácil. Tenho certeza de que atingiu o seu objetivo, pois foi sincera e objetiva, usando para isso uma linguagem jovial e convincente. Nossa juventude precisa de pessoas assim: inteligentes, dinâmicas e envoltas num brilho especial, o brilho da esperança. Parabéns por sua campanha incansável em prol da cultura. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Você acertou em cheio! Todos temos que fazer o que fala. Alguns dos meus filhos já têm o pendor do espírito para a arte poética e textos filosóficos. E quando falo algo para meus netos (os da fase adulta), eu os provoco e logo aparecem com alguma estrofe/poema/versinho para eu ver e dizem: pensa que é só a senhora? E com isso, com esse desafio, vou incutindo neles esse prazer imensurável de nos externarmos pela poesia, pela escrita...o que vai no coração!
    Estou com você em sua campanha, Aline. Parabéns pela inspiração! b e paz

    ResponderExcluir

O PORTAL DO POETA BRASILEIRO AGRADECE SEU COMENTÁRIO!