sexta-feira, 19 de agosto de 2011

NUA E DESCALÇA


Era noite, despertei,
calafrios pelo corpo.
Peito ofegante, sibilante.
O coração batia forte,
descontrolado.
Solidão castigando
meus pensamentos,
sentindo saudades suas,
do tempo em que
dávamos gargalhadas.
O sol pairando no céu,
nos envolvendo com a luz.
Sentindo-me única,
uma deusa.
Mostrando-me nua
e descalça,
de mãos dadas com você.
Diante de seus olhos,
ávida,
jamais esquecerei aqueles tempos,
inolvidáveis,
enfatizando nossa vida.
na esperança de ...

Yvi Brasil

Um comentário:

  1. Diante de textos maravilhosos e tanto romantismo ,fico sem palavras,abraços.

    ResponderExcluir

O PORTAL DO POETA BRASILEIRO AGRADECE SEU COMENTÁRIO!