quarta-feira, 20 de julho de 2011

Cegou-me o amor



Teu amor me deixou cego.
Desde que te conheci,
Esqueci-me de meu ego.
Não mais me reconheci.

Não vi defeitos em ti.
Tão deslumbrado fiquei
Que dotes percebi.
Eras infiel. Nem notei.

À dor levou-me à doideira.
Não pude voltar atrás.
Grande foi a desgraceira.
Perdi a almejada paz...

Imagem: Google

Respeite os direitos autorais.

Mardilê Friedrich Fabre

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4389

Um comentário:

  1. pois é...
    Me identifico.
    E me pergunto : será que era amor o que EU senti?

    ResponderExcluir

O PORTAL DO POETA BRASILEIRO AGRADECE SEU COMENTÁRIO!