domingo, 7 de agosto de 2011

BEM VINDO: JOÃO SÁVIO DOS SANTOS LIMA

João Sávio dos Santos Lima-* Escada-PE  João Sávio reside atualmente no Cabo de Stº Agostinho/ PE (Onde nasceu o Brasil). Sempre gostou de literatura em todo o seu segmento, acredita que por meio dela o indivíduo se desenvolve e ativa o seu senso crítico.

Poetas como somos







João Sávio dos Santos Lima*



Gene do cromossomo



Poeta, assim como somos



Maníacos literários



Hiperbólicos, apaixonados somos



Medievais, líricos, satíricos



Monarquistas, nacionalistas



Republicanos, renascentistas



Comunístas, humoristas



Anarquístas somos...



Também temos os do dito popular



Que com legetimidade fazem bem feito



Também temos os mais refinados.



Aquele que faz as coisas dialogarem



Disvirtualizando provisoriamente



É assim que sei e devo falar!



Somos poetas, poetas de fato



Poetas sensatos, malucos, abstratos



Somos poetas, poetas sem par...



Somos poetas



Repentistas, cordelístas



Poetas do improviso



Ecológicos , dos sonhos



Valorizando a cultura do lugar



Que com causus



Nos faz voltar no tempo



Ah! Chego a delirar...



É assim que somos!!!



E como somos GENE



Somos parte do mesmo



CROMOSSOMO



E assim nos dispomos



Com os poetas que SOMOS!!!
 
 
* Bem vindo ,Poeta!!! Receba o carinho de todos nós que fazemos parte do PORTAL DO POETA BRASILEIRO.
 
 Aline Romariz

17 comentários:

  1. Seja bem vindo caro amigo poeta João Sávio, a perceber que você tem muito a nos oferecer, sinta-se como estivesse na sua casa, O Portal é bom demais, e vale a pena a gente está aqui juntos, abraços do poeta ALBERTO ARAÚJO

    ResponderExcluir
  2. Seja muito bem vindo! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns João,
    vc com certeza veio p/ acrescentar muita coisa boa p/ todos nós.
    Abs.
    Eunice R. de Pontes

    ResponderExcluir
  4. Muito bem vindo! Que a inspiração te acompanhe sempre! Bjs!!

    ResponderExcluir
  5. João Sávio dos Santos Lima9 de agosto de 2011 22:31

    É gratificante e maravilhosa a recíproca de Vçs a me dar as boas vindas. Eu modéstia à parte naturalmente sinto-me feliz em poder participar e ser acolhido por uma cadeia grandiosa que é a cadeia dos grandes pensadores, Eu, na minha singularidade considero um raro prazer este grande feito... Tive o prazer de mostrar para a minha família que nada é em vão, quando panso, escrevo, se escrevo não esqueço, aqui no meu querido Pernambuco, temos um dos grandes jornais em circulação do nosso estado que é o jornal Folha de Pernambuco, este conceituado jornal, reserva um espaço diariamente para os poetas publicarem os seus poemas... Eu tive o privilégio de ter publicados alguns de meus poemas,foram eles: DESTINO, SONHOS, TRADUZIDAS, FRAGMENTOS (Este, o escreví para reverenciar todos os perseguídos, mortos e dasaparecidos aparir de 31 de março de 1964 até o dia em que perdurou o regime ditatorial em nosso País, escrito em março de 2004, por ocasião dos 40 anos do GOLPE...), ECO LAMENTOS, uma temática em defesa do meio ambiente, POETAS COMO SOMOS, uma alusão a todos os poetas, os grandes pensadores que impulsionam os leitores a lerem as mais divérsas fomas de expressarmos nossas idéias e pensamentos proporcionamdo e aproximando gerações para o prazer de ler e escrever, hoje sinto-me feliz por saber que algumas pessoas vão ler e meditar com filosofia, a todos os que me acolheu deixo o meu abraço cordial e a certeza de ter tentado fazer bem feito!!! Sinceramente, João Sávio.

    ResponderExcluir
  6. Muito bem, bem vindo João!
    DNA de poeta! rsrsrs

    ResponderExcluir
  7. Nós,seres humanos,fomos postos aqui na Terra por Deus,como vanguardas da Sua força criadora;portanto,você nada tem a temer.Toda sabedoria,todo amor,toda vida e toda provisão existem infinitamente e chegam até a porta de saída.Você só precisa abrir essa porta.Aí,novas bençãos jorrarão dessa fonte inesgotável.

    A vida te dá muitas situações para que aprimores o teu ser.
    Há que estar atento para perceberes nas entrelinhas o que está sendo ensinado, para que possas alçar vôos cada vez mais altos, cada vez mais velozes. Portanto...Seja bem vindo!!!

    ResponderExcluir
  8. Joao Sávio dos Santos Lima21 de outubro de 2011 22:45

    Caro(a) Anônimo(a), agradeço as boas vindas...

    Muito me sencibilizou suas palávras, aliás, quando mencionamos e colocamos o Sr. dos Senhores no leme do barco, navegamos por este imenso mar , sem tormentas, Eu, particularmente sinto-me parte desta "VANGUARDA", a sabedoria, o amor e a vida realmente são dons e os adquirimos com nossos méritos... - Tenha a total certeza que agindo assim Vç só me faz bem, hoje as boas vindas foram multiplicadas pela bondade e sinceridade das suas palávras sábias, fazendo valer muito mais o meu prazer de ler e escrever, me sinto neste momento um Albatróz a voar cada vêz mais alto e veloz e para este vôo convido Vç. venha conhecer o meu VÔO DE POETA!,,,
    Sinceramente, só um Sábio par reconhecer outro Sábio!!! (Parabéns as suas boas vindas, por mim são bem vindas!!!)
    João Sávio dos Santos Lima.

    ResponderExcluir
  9. João Sávio dos Santos Lima22 de outubro de 2011 23:09

    VÔO DE POETA
    (João Sávio)

    Sendo eu um poeta
    Escrever é o que me resta
    Meus sonhos, meus pensamentos
    Minhas tróvas de amor
    Todo o meu resplendor
    Os meus vésos secretos, os mais queridos
    Os mais rescentes, também os antigos...
    As poesias envolventes
    Sim, as que falam da gente!...
    É assim que voa um poeta
    Flutuante no sentimento e emoções
    Ânsia, culpas, razões...
    Na linha do horizonte
    Onde juntam-se distantes, céu e mar
    Lá, muito longe
    Onde eu não consigo alcançar
    O imaginário é o meu intinerário
    Alí sim, consigo chegar
    Construir o meu ninho
    Selecionar os gravêtos
    Retirar os espinhos
    Eu, sou um Albatróz
    À voar alto e veloz
    Sobre as águas azúis
    Parecendo lençóis
    Sou Eu, um velho Albatróz!...
    Nêste meu vôo ritimado
    Majestoso, cadenciado
    Procurando à minha ilha
    O meu ninho e aconchego
    Onde estão, perdidos no tempo,
    Atirados aos ventos,
    Que lembrança tens de Nós???
    Sendo eu um poeta ou um Velho Albatróz!
    À voar distante, muito mais do além mar
    Procurando à nossa mesma práia
    Para em bréve, nela Te encontrar!!!

    Autor: João Sávio dos Santos Lima.

    ResponderExcluir
  10. Joa~Sávio dos Santos Lima31 de outubro de 2011 23:16

    A MENINA E O POETA
    (Roberto Carlos)

    Virgem, menina morena
    Nos cabelos uma trança
    No rosto um jeito de criânça
    Na voz um canto mulher
    Vírgem, menina morena
    Nos olhos toda a primavera
    No corpo uma longa espera
    Coração Banhado em fé
    A tarde foge pra noite
    E a lua desperta sorrindo
    A menina na janela
    Botão em flor se abrindo
    Nasceu o primeiro desejo
    Conhecer o primeiro amor
    Na história de um poeta
    A menina acreditou
    E dos olhos da menina
    Uma lágrima rolou
    Mais o poeta foi um dia
    E até hoje não voltou
    Ninguém sabe o caminho
    Que o poeta levou
    O vento que foi com êle
    Um dia por lá voltou
    Mais só que voltou sozinho
    E a menina chorou
    Na história de um poeta
    A menina acreditou
    E dos olhos da menina
    Uma lágrima rolou
    E dos olhos da menina
    Uma lágrima, rolou!...

    ResponderExcluir
  11. João Sávio dos Santos Lima31 de outubro de 2011 23:52

    UM POETA ...

    Um Poeta que se preza, expessa seus sentimentos profundos, não importa o mundo ao seu redor nem suas cúlpas, um poeta as vêzez é visto com diferença, por que? Porque êle fala e escreve aquilo que pensa... Vale à pena ser poeta, entre jústos e pensadores, expressar sue tráumas, seus sonhos e amores, também suas dores... Um Poeta, uma história de amor, um romançe vivido, um sentimento sentido, uma palávra, um vérso uma canção, quantas são as pessoas que sofrem desilusõe, vivem proibidas paixões e com elas sofrem por não poder falar, gritar, porqua a vida é um grito e sofrem no silêncio... Quantas são as pessoas que não viveram à noite passada, sedenta por carinho, por ser amada e sofreram a desilusão ou a decepção de não ser correspondida naquilo que prometia e esperava. Ah! como é complicada a vida,por tudo isto Eu esperava, são os contornos e contrastes, são os eqívocos e icógnitas, são os atropelos e os demazêlos...
    Um Poeta é assim. vive por viver, procurando esquecer o seu sofrer, procurando nos teus desencontros, um dia encontrar VOÇÊ!...

    ResponderExcluir
  12. Joa~Sávio dos Santos Lima2 de novembro de 2011 18:16

    MINHA CÚLPA
    (João Sávio)

    Revendo meus conceitos
    Encontro minhas cúlpas
    Meus defeitos...
    Ah! meus defeitos, são tão perfeitos
    Eu não os consigo enxergar!...
    Não sou perfeito, ninguém é perfeito
    Dei tanto de mim sem saber que dava tão pouco
    Me deixei levar pela vaidade
    Polo meu Égo...
    A vida, ela é curta
    Nem sempre dá tempo para descobrirmos
    Nem tão pouco para entendermos alguns deslizes
    As vêzes deixamos o peixe escarar do anzol
    Outras vêzes o anzol rompe-se
    Eu particularmente gostaria de ser bom
    Bem melhor do que posso parescer
    E ruim quando perdemos a auto estima
    Descobrimos tarde demais que...
    Valor e Valores são dons, cada um é julgado
    Outros são avaliádos por alguém à altura...
    Pensar é uma virtude minha
    Escrever é a formúla perfeita para não esquecer
    Existem pessoas com mais virtudes do que Eu
    Valores superiores aos meus
    Quem sou Eu?
    Perguntar a mim mesmo não faz sentido!
    É como se me olha-sse num espelho, na esacuridão
    Minhas qualidades. meus valores
    Estão afetos à outros olhos
    Preciso ever e converter os meu conceitos
    Preciso conhecer par reconhecer
    Minha Cúlpa e Defeitos!...

    ResponderExcluir
  13. Caro João Sávio dos Santos Lima, meu nome é Kevinny, sou nascido e criado em Escada. Coloquuei pra pesquisar no Google Escada Terra dos Barões ai eu coloquei no blog de Francisco Rocha, vi você falando que tinha um video da Casa Grande do Engenho Sapucaji que tinha um quadro do nosso filho mais ilustre peço a você que se puder me envie esse vídeo por favor. Sou um apaixonado pela história desta Cidade, Escada Terra dos Barões. obrigado. meu msn é kevinny_2011@hotmail.com ou se não meu facebook e orkut Kevinny Henrique Gusmão aguardo respotas.

    ResponderExcluir
  14. nosso filho ilustre Cícero Dias peço que você me envie o video.

    ResponderExcluir
  15. meu orkut é Kevinny Silva ou Kevinny Henrique Gusmão.

    ResponderExcluir
  16. João Sávio dos Santos Lima23 de junho de 2012 20:17

    Caro, Kevinny H. Gusmão, saudações... Passei um tempo procurando subssídios para Te fornecer... É o seguinte; é rica a diversidade de assuntos voltados sobre o nosso ilústre conterrâneo Cícero Dias, a obra relatada por mim no Blog do Francisco Rocha,trata-se da inédita obra do artista presenteada ao seu primo Dr. Luiz Dias Lins, por ocasião de visita ao Brasil da década de 70, ví à olho nú aquela valiosas óbra por divérsas vezês na sala da Casa Grande do Engenho Sapucají em Escada, o título da tela em óleo é; MENINO EMPINANDO PIPA, em maio de 2005 msis ums vêz estive a poucos centímetros deste quadro, acompanhado pelo então proprietário da Engenho Dr. Vicente, neto de Dr. Dias Lins que fez um breve comentário o qual Eu Já o conhecia desde a década de 70... Saba meu caro esta óbra eu só à ví ser publicada no extinto Jornal Ancora (Jornal do município do Cabo de Stº Agostinho),que pertencia a um coléga meu e juntos fizemos a cobertura jornalística com a equipe de filmágens da rede GLOBO sob apresentação do reporter Fscº José para o programa PERNAMBUCO QUERO TV, que ía ao ar aos sábados. É farto o material encontrado sobre o Cícero & suas óbras mas esta Eu considero inédita à mídia. Meu EMAIL, joaosaviolim@hotmail.com , estou a disposiçao também no Facebook, abraços cordiais!!!

    ResponderExcluir

O PORTAL DO POETA BRASILEIRO AGRADECE SEU COMENTÁRIO!